Formação

A alegria de ser Shalom em Madagascar

comshalom

A República de Madagascar é a quarta maior ilha do mundo. E foi na Diocese de Antsiranana, ao norte desse país Africano, que em 2007 chegaram os cinco primeiros missionários da Comunidade Católica Shalom. Eleitos por Deus, quatro membros da Comunidade de vida e um da Aliança foram escolhidos e enviados para desbravar o caminho e florescer no deserto.

Depois de muita doação e oferta de vida dos missionários, hoje fazem parte dos três grupos de oração do centro de evangelização, cerca de cinquenta pessoas que participam assiduamente. “A evangelização Shalom é algo que foge da nossa inteligência humana, pois somos os pioneiros no que se trata de evangelização no pais, inclusive no presidio onde temos um grupo de oração”, diz Vanda Pereira responsável local da missão.

A casa do Projeto José do Egito, outra dimensão da missão, recebe diariamente quarenta crianças, onde são alfabetizadas e evangelizadas. Seus pais e familiares também recebem formação espiritual e humana, no intuito de terem sua dignidade resgatada. Mas não fica só por ai o trabalho e a oferta dos missionários em Madagascar.

Segundo Vanda, o Projeto Mãe das Dores assisti dois dos três hospitais da cidade e “temos um momento na rádio diocesana, onde rezamos o terço da Misericórdia três vezes por semana e todos os dias saímos para evangelizar porta a porta, onde estamos certos que muitos são alcançados e experimentam do amor de DEUS na simplicidade de ser Shalom.”.

E nessa simplicidade, toda quinta-feira, são abertas as portas da capela da casa dos missionários, onde são acolhidos todos aqueles que desejam adorar o Senhor. Antes da chegada da missão não havia um local para esse encontro pessoal com Jesus Cristo Eucarístico. Com a carência de oração e formação da Igreja do país, a presença da Comunidade Shalom em Antsiranana, torna possível e eficaz o crescimento da evangelização.

“Vemos nas pessoas o desejo de cada vez mais conhecer e se aproximar de Deus. É´ maravilhoso escutar que antes do Shalom, as pessoas não sabiam da existência do Espirito Santo, não sabiam rezar, não conheciam este Deus amor e misericórdia. Não chamavam Deus de Pai, porque somente conheciam um Deus distante, carrasco e vingador. Com a chegada da missão, descobriram que são amados, escolhidos e filhos de Deus”, testemunha a missionaria que se sente impulsionada junto com os outros irmãos da casa de missão se entregar cada vez mais a esse amor.Apresentação1

Uma da mais belas experiências que Vanda Pereira partilha é a alegria de serem escolhidos para a missão em Madagascar. Ela afirma que dia após dia contempla o privilégio de poder contribuir com a obra de Deus, e perceber que os eleitos do Senhor estão sendo evangelizados e alcançados pelo Carisma Shalom, por graça de Deus.

 

Angela Barroso


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *