Formação

A Beleza e a perfeição

comshalom

"A perfeição do ser na linha apetitiva forma a bondade e a mesma perfeição na linha entitativa diz ordem ao entendimento, formando a beleza", afirma o Padre Mateo Febre O.P. Assim dizendo, bondade e beleza partem da perfeição do ser; mas de forma particular a beleza é essa perfeição enquanto conhecida.

Entretanto, o conhecimento e suas operações são algo amplo. Não somente é o conhecimento intelectual, mas também é o conhecimento sensível. Dentro do conhecimento intelectual temos três atos: a simples apreensão, o juízo e o raciocínio. E em todos os anteriores pode se dar a beleza: a beleza que existe em uma concatenação lógica bem disposta; a beleza da verdade em um juízo reto; e a beleza que surge da simples primeira apreensão dos seres, tanto em seu aspecto intelectual como através do caminho sensível. Toda a perfeição captada pela faculdade cognoscitiva, nos mostra a beleza do ser. E como beleza que é, segundo nos diz São Tomás, quando captada, agrada.

Ressaltemos aqui esta união íntima entre beleza e perfeição. A verdadeira beleza é a que parte da perfeição. Quanto maior for a perfeição maior será a possibilidade de perceber sua beleza. E o prazer que causa a beleza deve ser o estímulo para buscar a perfeição. Beeza sem perfeição é falsa beleza.

Corolários práticos
– Se a beleza nos agrada, há maior perfeição conhecida pois há maior agrado. E como a perfeição no homem é a santidade ou virtude heroica, quanto maior a virtude conhecida ou "sentida" dentro de si, maior o agrado. Não existem pessoas com maior agrado interno que os santos, por mais que sofram.

– Conhecer exemplos de vida sublimes, e, portanto, mais perfeitos, trará uma alegria interna muito maior que os meros agrados dos prazeres sensíveis. Se queremos nos sentir inspirados, fortalecidos, "impulsionados", animados e altamente agradados, leiamos ou conheçamos vidas de santos.

– Deus nos presenteou com linhas obras de suas mãos: o entardeceres, as belas paisagens, toda a obra da criação. Elas participam de seu Ser divino. Ao contemplar sua beleza contemplamos os reflexos da perfeição de Deus. Na medida em que tenhamos isto presente, o universo a nosso alcance não será ocasião de perdição, por nosso desejo de fruição egoísta, mas servirá de escada para se chegar ao Criador.

A todo instante, ante a maravilha da Criação, a única coisa que nos cabe dizer é: "Deus, Deus, Deus …".

Saúl Castiblanco


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *