Formação

A busca da santidade

comshalom

homem-rezando-de-joelhosA Santidade Cristã, consiste na união com Cristo: Verbo Encarnado e Verbo Redentor, único mediador entre Deus e os homens e fonte de toda graça e santificação.

A santificação do homem consiste em estar unido a Deus na forma devida, mas o sentido específico, só são chamados “santos” os seres pessoais, os que são dotados de inteligência e vontade que lhes permitem por em prática e realizar sua união com Deus de forma consciente e livre.

Aí é que o conceito de santidade aparece na sua verdadeira riqueza, como realidade vivida deliberadamente, que penetra a existência da pessoa justamente porque, com a riqueza do seu ser e com a espontaneidade de sua vontade livre, se une a Deus entregando-se a Ele com o calor do amor.

Da parte de Deus, Jesus veio realizar de fato esta união do ser humano com Deus, pela Graça, e por isso, todos nós somos chamados à santidade e segundo as palavras do Apóstolos: “Porquanto, esta é a vontade de Deus, a nossa santificação (I Ts 4, 3; Ef. 1, 4).

A santidade depende da nossa união com Deus, e desde o Antigo Testamento, o povo compreendeu esta realidade, de modo que chamava “santo”, tudo aquilo que entrava em contato com Deus como objetos, lugares e pessoas.

Cristo veio, “para que todos tenham vida, e a tenham em abundância”, isto é, para dar aos homens sua vida divina, a fim de que eles possam entregar-se e unirem-se a Deus não mais como simples seres humanos, e sim como pessoas introduzidas e elevadas à intimidade sobrenatural, com as características e riquezas típicas de quem participa da vida divina. Isto é o que chamamos de santidade ontológica.

Mas como buscar esta santidade? Sabemos que não somos capazes de atos santos, sabemos entretanto, que a medida que renunciamos à vida natural e pecadora a qual herdamos de Adão, renunciarmos também a satanás e as suas e as suas obras, para vivermos segundo Cristo, para vivermos a vida de Jesus Cristo, de modo que aos poucos, Jesus vá ocupando todas as áreas do nosso ser, para que Ele viva em nós, aja em nós e por nós.

Através do Batismo, recebemos a Graça Santificante, e isto nos dá uma identificação com Cristo e nos torna capazes de viver realmente a vida de Cristo.

Para o apóstolo Paulo, os cristãos devem como Cristo (porque “só Cristo”), até alcançarem a plenitude na maternidade em Cristo, a ponto de dizerem como Paulo: “Vivo, porém não eu, mas é Cristo que vive em mim”.

Em todos nós batizados, deve haver uma postura na qual expresse a mesma atividade de Jesus para um Deus Pai, submetendo-se livremente à ação do Espírito Santo.

O que Cristo operou em nós através do Batismo, é necessário que assumamos conscientemente, e testemunhamos com nossas vidas.

Portanto, a vida inicial de santificação é realizada pelo Espírito Santo mediante o nosso Batismo, e é a partir dessa promessa que devemos viver “segundo o Espírito” e não “segundo a carne”, quando buscamos a santidade. Sozinha na luta para ser santo, a vontade do homem será derrotada. Só muita graças ao Espírito de Deus a vontade do homem é vitoriosa e o capacita-o para ser santo.

A atividade do cristão que se deixa conduzir é verdadeiramente uma atividade do Espírito Santo dentro dele, do que propriamente sua.

Ele já ama com suas próprias forças mas com a de Cristo. Todas as suas obras, suas orações e iniciativas apostólicas, a vida conjugal e familiar, o trabalho cotidiano, o descanso e as próprias provações e tribulações, são suportadas facilmente e se tornam instrumentos de conversão e renovação interior do homem, de cristificação e mais ainda, de passos concretos em busca da santidade.

Formação: Novembro/2011

14.04Este DVD traz uma orientação nos Documentos da Igreja sobre a formação Inicial e Permanente, Formação Espiritual, Doutrinal e Humana nas Comunidades Novas.

Adquira o seu [AQUI]


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *