Formação

A família e seus símbolos

comshalom

Dom Orlando Brandes

Tão prioritária é a família na vida da pessoa, da sociedade e daIgreja, que nos servimos de símbolos para avaliar e explicar suacentralidade. Vamos aqui nos ocupar com alguns símbolos, provavelmenteos mais conhecidos, porém muito significativos e iluminadores, para quea família recupere sua credibilidade e seu primado.

1. Família, nossa “primeira pátria”. É nossoprimeiro chão, nossa identidade original, nossa casa. Nela somosgerados, cuidados, educados como cidadãos e dela recebemos as condiçõespara a convivência pública e as virtudes sociais. Sem a família,primeira pátria, não teremos a segunda pátria, a comunidade nacional, opovo, a nação. A família é a primeira sociedade natural. Está no centroda vida social.

2. Família, nosso “segundo útero”. Entendemos porsegundo útero, a educação, cultura, valores que recebemos na família.Ela é o útero cultural, educacional, espiritual, religioso, alinascemos para a convivência humana e recebemos as condições para sermospessoas centradas, civilizadas, humanizadas, amadurecidas.

3. Família, “patrimônio da humanidade”. Todos ospovos têm a família como instituição, organização e patrimônio social.È a mais antiga instituição social com a função procriativa, econômica,educativa e afetiva. Pela alteridade, reciprocidade ecomplementariedade a família é o primeiro lugar de nossa convivênciahumana. É a primeira sociedade natural, uma comunidade natural, umpatrimônio da humanidade.

4. Família, “tesouro dos povos”. É a maior riquezada pessoa e da sociedade, porque gera a vida, facilita orelacionamento, é escola de “comunhão com os outros e de doação aosoutros”. Nela recebemos as primeiras noções a respeito do amor, do bem,da verdade, dos valores. Nela aprende-se ser pessoa.

5. Família “ninho da vida”. A família está aserviço da vida. A vida é concebida, gerada, nascida, desenvolvida,amada, amadurecida na família. Ninho é símbolo de calor humano, doafeto, do cuidado, significa também abrigo e proteção da vida. Nafamília se desenvolve a “ecologia humana”.

6. Família “berço de vocações”. Na família asvocações e as profissões têm sua origem, motivação, incentivo. Afamília que cultiva a espiritualidade, participa da comunidade,respeita as vocações, educa para os valores e ensina as limitações,torna-se berço de vocações e de profissões.

7. Família “sacrário da fé”. O sacramento domatrimônio, a educação e vivência da fé fazem da família o sacrário dafé onde os pais transmitem para as novas gerações o tesouro da fé. Épreciso falar de Deus aos filhos, ensinar religião e praticar a oração.Tudo isso colabora para a serenidade, motivação e educação dos filhos.A espiritualidade familiar defende nossos lares dos ataques do mal.

8. Família, “igreja doméstica”. É a primeiracomunidade religiosa, onde os pais são sacerdotes pelo batismo, são osprimeiro catequistas. A família é uma comunidade de vida, de amor e defé. Nossas casas são também santuários.

9. Família “santuário do amor”. A Palavra de Deusensina que “não é bom o homem estar só” (Gn 2,18). O fundamento dafamília é a união entre um homem e uma mulher, no sacramento domatrimonio, para o bem deles mesmos, dos filhos e da sociedade. Comoaliança de amor, comunidade de amor a família é a realização daspessoas no amor em distintas experiências: amor conjugal, amor filial,amor fraternal, amor familiar, amor social.

10. Família “escola de valores”, a funçãoeducativa, cultural, ética da família tem singular importância. Ela é oprimeiro lugar de humanização, célula vital da sociedade, educadora devalores e de limites, promotora das virtudes. Os pais são mestres. Osfilhos aprendem imitando. O bem da pessoa e o bom funcionamento dasociedade estão conexos com o bem-estar conjugal e familiar.

11. Família “célula da sociedade”. É a primeiracomunidade, portanto, existe antes da sociedade e do Estado e temdireitos próprios e inalienáveis. A sociedade e o Estado estão para afamília, ela é a célula do organismo social. Cabe ao Estado defender eproteger a família com políticas públicas efetivas.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *