Igreja

A Igreja precisa de cada um de vós, diz Papa Francisco às pessoas com deficiência

Pontífice também convocou as pessoas com deficiência a darem suas contribuições no caminho sinodal

comshalom

Em sua mensagem para o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, o Papa Francisco afirmou que a Igreja “precisa de cada um para cumprir a sua missão ao serviço do Evangelho”. A data é celebrada nesta sexta-feira 3 de dezembro. O tema escolhido pelo Sumo Pontífice para a mensagem deste ano foi “Vós sois meus amigos” (Jo 15, 14).

>>> Assista ao espetáculo Para Além do Amanhã

“Ter Jesus como amigo é a maior das consolações e pode fazer de cada um de nós um discípulo agradecido, jubiloso e capaz de testemunhar que a própria fragilidade não é um obstáculo para viver e comunicar o Evangelho. Com efeito, a amizade confiante e pessoal com Jesus pode ser a chave espiritual para aceitar as limitações que todos experimentamos e viver em paz a nossa condição”, escreveu. 

Caminho Sinodal

De acordo com Francisco, o Batismo não permite distinções e exclusões de pessoas. Por meio desse sacramento, todos podem dizer “Eu sou Igreja”. O Papa convocou também às pessoas com deficiência a darem suas contribuições no caminho sinodal. “De fato, a Igreja é a vossa casa. Nós, todos juntos, somos Igreja, porque Jesus escolheu ser nosso amigo. Ela ‘não é uma comunidade de pessoas perfeitas – queremos aprendê-lo cada vez melhor no processo sinodal que iniciamos –, mas de discípulos a caminho, que seguem o Senhor porque se reconhecem pecadores e necessitados do seu perdão”.  

Confira também | Conheça a oração do Advento ensina pelo Papa Francisco

Francisco lembrou que há discriminação no mundo e que ainda falta muito para que as pessoas com deficiência gozem de plena cidadania.  E reconheceu: “No que diz respeito à vida da Igreja, «a pior discriminação (…) é a falta de cuidado espiritual» (Evangelii gaudium, 200), que às vezes se manifestou na negação do acesso aos Sacramentos, experimentada infelizmente por alguns de vós. O Magistério é muito claro nisto e, recentemente, o Diretório para a Catequese afirmou de forma explícita que «ninguém pode recusar os Sacramentos às pessoas com deficiência”.

Pandemia revelou a vulnerabilidade de todos

O Papa lembrou que a pandemia do Covid-19 representou muitos desafios para as pessoas com deficiência, devido as restrições e a imposição de permanecer em casa. Mas afirmou: “Sabei que o Papa e a Igreja estão particularmente próximos de vós, com afeto e ternura”.

E conclamou: “queridos irmãos e irmãs, a vossa oração é mais urgente hoje do que nunca. Santa Teresa d’Ávila escreveu que, «em tempos difíceis, são necessários amigos fortes de Deus para sustentáculo dos fracos». O tempo da pandemia mostrou-nos claramente que a condição de vulnerabilidade é comum a todos”.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *