Formação

A morte sem medos ou tabus

comshalom

Dom Girônimo Zanandréa

Amorte permanece para o homem um mistério. Mistério cercado de respeito,mesmo para os que não crêem em Deus. É interessante notar como todas asreligiões acabam apontando para algo que permanece depois da morte.Isso já era comum entre as mais antigas religiões do mundo.

Morreré um fato certo. A morte virá ao nosso encontro e nos fará despedir-nosde todos. Não sabemos onde, quando e nem como, porque ela é um atobiológico, é um ato pessoal e um fato social/comunitário. Para nãosermos surpreendidos, somos orientados, ao longo da vida, a construir anossa eternidade, através da bondade, da generosidade e do amordedicado aos outros (ao próximo).

Ocaminho pode ser longo ou curto, o importante é que termine em Deus, deonde, um dia, saímos. O mesmo Senhor que nos deu a vida, Ele nosacolherá na morte. O mesmo Senhor que nos criou por amor, acolher-nos-ápara um amor infinito e eterno.

Amorte causa medos na maioria das pessoas, porque se trata dodesconhecido (mistério). A maioria das pessoas têm uma crença naimortalidade da alma, embora, muitas vezes, paira a dúvida, a incertezae a falta de conhecimento do que seja a morte. E isso causa medos eangústias. Há outras causas de medo, não tanto da morte, mas dopossível sofrimento desse instante; as seculares ameaças do inferno e avisão assustadora de um Deus punitivo, propagadas pela religião e pelacultura ocidental, também são causas de medos.

Muita gente, infelizmente, só dá valor à vida com a iminência da morte. Ela nos faz lembrar que estamos aqui de “passagem”. Que a nossa vida terrena, por ser breve, é preciso valorizá-la e aproveitá-la. Chamamos de “aproveitamento” a valorização das grandes verdades da vida, do amor, da compaixão, da solidariedade.

Agente pode preparar-se para morrer estando em dia com sua consciência,quite com os seus deveres afetivos e cumprindo suas tarefasexistenciais com amor e alegria. Se a morte nos pega assim, vamos bem!

Ésuperstição e crendice acreditar que falar sobre a morte é atraí-lasobre si. Falar sobre a morte de maneira saudável quebra tabus e dejeito nenhum atrai, antecipadamente, a sua vinda. Ninguém morre navéspera!…

Nãobasta ter esperança na vida após a morte. Deus quer vida também antesda morte. Tudo o que fazemos para que a vida seja mais justa, maisplena, é um ato de fé no Deus que só quer o melhor para seus amadosfilhos. E o “Dia dos Finados” é um dia de silêncio, saudade eesperança. Elevemos aos céus nossas preces pelos Finados. Porque emnossas preces, gestos e devoções, certamente, está presente nossa fé naressurreição e na vida eterna.



Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *