Notícias

Acessibilidade de um Deus que se deixa encontrar

Ana Paula é membro do grupo de surdos da Comunidade Shalom em Fortaleza, e conta um pouco da experiência de participar do Festival Halleluya.

comshalom

Simplesmente indescritível a experiência do Festival Halleluya 2021. Reunindo pessoas de diversos lugares, o evento cativou a atenção do público, que tem muitos bons testemunhos para contar. E um deles é o da Ana Paula, membro do grupo de surdos da Comunidade Shalom em Fortaleza.

Momento de aprendizado

Para ela, que acompanha o Festival desde 2015 com o seu esposo, Carlos Dieyson, o encontro é uma grande oportunidade de aprender a contar os feitos de Deus.

“O Halleluya já faz parte, é um programa do mês de julho. Aguardamos com alegria o agir do Espírito Santo nos momentos fortes de oração. A Capela é sempre um lugar de encontro. Além disso, para mim, neste ano, a adoração de sexta-feira conduzida pelo padre Antônio foi muito impactante”.

Ana narra ainda que, neste tempo, devido a muitos sofrimentos, por causa da pandemia e também por outros desafios pessoais, o evento foi um marco de verdadeira alegria, a alegria da renovada experiência com Deus: “passei por um momento muito, muito, muito difícil, mas dei novo sentido por tudo que Deus foi nos falando nos momentos de adoração”.

Também foi um aprendizado para ela estar inserida no contexto virtual: “mas, na verdade, foi o meu marido quem tomou a frente de tudo, ele entrou no site, fez as inscrições, e eu estou aqui participando”.

Em relação à acessibilidade, Ana afirma que sempre encontrou, na Comunidade, pessoas desejosas de ajudar nessa questão e se sente extremamente grata.

Uma trajetória de Esperança

Para Paula, a experiência do evento faz parte de um longo caminho de relacionamento com Deus e a descoberta de um chamado vocacional. “Foi a partir do Festival Halleluya que senti um apelo mais profundo para seguir uma caminhada na Igreja, até encontrar minha vocação. Sei que existe um querer de Deus nesse sentido, mas não sei exatamente onde o Senhor vai nos levar”.

Poderíamos dizer que reconhecer os passos dados até hoje e ter o olhar com expectativas na vontade de Deus é o grito de esperança que a Ana e o Carlos deram nesse ano. O grito encontrou eco a partir de alguns momentos do festival: “Assisti a todos os shows, fui ao Espaço da Misericórdia, adorei o Santíssimo – me senti muito curada, fiz memória da minha história de vida, me senti aliviada de algumas dores, como a de um aborto natural que vivi, e encontrei paz”.

Ana ainda apontou os artistas que mais chamaram sua atenção, dentre eles a Irmã Kelly Patrícia, Eliana Ribeiro, Ana Gabriela e Missionário Shalom.

Corações ao alto!

O evento Corações ao Alto é um Seminário de Vida no Espírito Santo que acontece depois do Festival Halleluya. Ele é o ponto de encontro para aqueles que desejam uma experiência com o amor pessoal de Deus. Renovando a fé, a esperança e a caridade de todos os que participam. Ele é um caminho a ser percorrido que necessita de muita coragem e cuidado, porque o objetivo dele é justamente virar o seu coração, a sua mente e você inteiramente para o Alto.

É totalmente gratuito! Basta fazer a sua inscrição abaixo que um dos nossos missionários entrará em contato com você. Dessa forma, você terá acesso a toda a programação do evento, bem como outros serviços e atividades. Vale lembrar que, da mesma forma como o Festival Halleluya, o Seminário contará com o serviço de interpretação das LIBRAS. 

[Clique e faça a sua inscrição]


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *