Institucional

Apelo pela tutela e a salvaguarda da infância na Índia

comshalom

“A cada mês, cerca de 100 mil crianças indianas morrem por causas ligadas à desnutrição. Muitas morrem de doenças infecciosas que podem ser curadas, mas a desnutrição reduziu as defesas imunitárias e a resistência física das crianças. A responsabilidade destas mortes é somente da sociedade indiana”: é o que afirma em nota enviada à Fides o cristão Sajan George Kavinkalath, Presidente da “Madre Teresa Foundation for children”, lançando um premente apelo pela tutela e a salvaguarda da infância na Índia.

“O primeiro dever da justiça social é salvar a vida das crianças. Aumenta no país a porcentagem de pequenos mendicantes, sem-teto e portadores de deficiências, quase sempre vítimas da exploração de organizações criminosas. Uma sociedade que não atua para deter este fenômeno e salvar as crianças se torna também criminosa”, reitera. “A nossa visão do futuro passa pelo valor e os cuidados que damos às novas gerações. O primeiro desafio para a Índia é a instrução primária universal, ao lado da saúde e do crescimento das crianças. É também urgente uma afirmação legislativa sobre o acesso à instrução das meninas e contra toda discriminação de gênero, casta, status econômico e social: uma espécie de Magna Charta para a infância”.

Segundo o Presidente, o dever das Organizações não-governamentais é “colaborar para garantir o respeito da justiça social, do ambiente, dos direitos humanos”, para ajudar a aliviar “a ansiedade, o medo e o desespero na sociedade”. “O bem-estar da infância – conclui George – não deve ser visto como uma decoração administrativa, mas se tornar o interesse central da nação”. (PA)

 

(Fonte: Agência Fides)


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *