Formação

Brasil perdeu a copa, e agora?

comshalom

Como aprender com os erros

Assistimos nessa sexta-feira, dia 02 de julho a triste derrota do Brasil para a Holanda nas quartas de finais da Copa da África. Perdemos por 2 a 1. Que jogo. Quanta emoção em campo e nos lares, praças e locais onde milhares de brasileiros se reuniram para assistir esse tão importante jogo.

Começamos bem ao ponto de fazermos o primeiro gol do jogo. Tudo estava á nosso favor no primeiro tempo. Demonstramos um bom futebol nos primeiros minutos do jogo. Porém as coisas começaram a ficar difíceis para o nosso lado no segundo tempo. Surgiu o primeiro gol do adversário e com ele veio uma onda de intabilidade emocional em nossos jogadores. O Jogo ficou tenso. Isso era notório no Dunga e em todos os jogadores em campo bem como nos torcedores presentes no estádio. Enfim, perdemos. Fomos goleados pela Holanda. Fica a esperança e o desejo para a próxima copa em nossa casa, em 2014. Quem sabe o nosso hexa virá em 2014.

Com esse acontecimento tão recente e que deixou lembranças em toda a nação brasileira, quero fazer uma pequena reflexão. Como nos portamos diante de uma derrota? Como agimos diante de um fracasso, de uma derrota. Isso em todos os aspectos da nossa vida. No trabalho, nos estudos, num relacionamento e as vezes até em situações dentro de casa. Qual tem sido nossa postura como seguidores de Cristo diante da derrota?

Bom, para começo de conversa tenho que dizer que o fracasso, a derrota são coisas naturais, comuns em nossa vida. Todos nós mais cedo ou mais tarde haveremos de passar por essa esperiência. Faz parte da vida do homem aqui na terra. Erramos o alvo com muita frequência e às vezes temos posturas esquisitas diante do erro. Às vezes ficamos chateados, mal-humorados, tristes e até depressivos. Tratamos mal as pessoas que nos são próximas, etc.

Precisamos aprender com Jesus a nos posicionar como homens e mulheres de fé diante do fracasso. É bom lembrar que a vida não acaba com uma derrota. O Cristão é aqule que não desiste fácil. É um lutador. Ele cai e levanta. Levanta e cai. Diante de uma derrota devemos parar e avaliar o que a motivou. O que fizemos de errado. Como  poderíamos ter evitado a derrota. Como faremos para superar o ocorrido. Quais as lições que tiramos de tudo isso.

Quando agimos assim vivenciamos aquilo que o apóstolo Paulo diz em uma de suas cartas; “tudo concorre para o bem dos que amam a Deus”. Vamos lutar, agir e dar a volta por cima diante de nossas derrotas. Nada de ficar parado resmungando, triste e abatido achando que tudo estar perdido. Nada de ficarmos colocando a culpa nos outros. Nada disso. Vamos assumir nossos erros. Só assim cresceremos. Que fique claro para nós o seguinte; “Em Cristo somos mais que vencedores”.

Levantemos a cabeça e continuemos a lutar. Pra frente Brasil, pra frente povo de
Deus. Filhos da terra de Santa Cruz.

Vanilton Lima – Secretaria de Planejamento e Gestão Shalom.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *