Institucional

Shalom anima ‘Notte Bianca’ em Roma

comshalom

Roma vive neste sábado a Notte Bianca. Uma noite de oração em preparação para a canonização de João XXIII e de João Paulo II que acontecerá neste domingo, 27 de abril.

Onze igrejas do centro de Roma estão abertas para vigília de oração e confissões. Nas 11 igrejas acontecem encontros em 7 idiomas diferentes.

Dom Geraldo Majella
Dom Geraldo Majella
Monsenhor Jesús
Monsenhor Jesús

A Comunidade Shalom anima a noite na igreja de Santo Inácio. Às 20:00 (horário de Roma- 15:00 Horário de Brasília) tem início a Celebração Eucarísitica presidida pelo Cardeal Geraldo Majella Agnelo, Arcebispo Emérito de Salvador, e concelebrada por Monsenhor Jesús Juarez Párraga, Arcebispo de Sucre (Bolívia).

Durante um briefing, Padre Federico Lombardi, porta-voz do Vaticano, especificou alguns detalhes da celebração deste domingo.

Na Praça de São Pedro, o domingo começará às 9h com a oração do Terço da Divina Misericórdia. Às 9h30 continuará com cantos em espera da eucaristia. Tudo isso animado por coros da diocese de Roma, Cracóvia e Bérgamo, além do habitual coro nas celebrações vaticanas, o Coro da Capela Sistina.

A missa terá início com o canto da ladainha de todos os Santos, comum nas canonizações, como um sinal de “colocar-nos nas mãos dos santos”. A celebração eucarística será presidida pelo Santo Padre e concelebrada por uns 130-150 cardeais e uns 1000 bispos, todos eles na esquerda do altar. Também nessa área, porém mais abaixo, no Sagrado, estarão uns 6000 sacerdotes.

Da mesma forma, está previsto que 600 sacerdotes distribuam a comunhão aos fieis que se encontrem na Praça de São Pedro e na Praça Pio XII, 70 diáconos para dar a comunhão aos concelebrantes e finalmente 200 diáconos para os fieis que estejam na Via della Conciliazione.

O cardeal Amato, Prefeito da Congregação para as Causas dos Santos, perguntará três vezes ao Papa se procede a canonização de João XXIII e João Paulo II, e o faz por três vezes para destacar a importância do fato em si. Em seguida, o Papa Francisco pronunciará a fórmula de canonização. As relíquias dos novos santos estarão colocadas numa mesa à esquerda do altar.

Ao finalizar o rito da canonização, haverá uma ação de graças do cardeal Amato e se retomará a missa no Glória. O Evangelho do dia será cantado em latim e grego. Um momento importante da celebração eucarística, será a oração do cânone dos santos, onde será mencionado pela primeira vez São João XXIII e São João Paulo II. A cerimonia deve durar cerca de duas horas, terminando, portanto, por volta das 12h com a oração do Regina Coeli.

DoisSantos

 

Os quadros que serão descobertos na Praça no momento serão os mesmos usados nas beatificações. Assim como as datas de festividade dos santos, que continuarão sendo as estabelecidas na beatificação.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *