Notícias

CJS 2019: Os santos estão vivos e Nossa Senhora é a Mãe da Misericórdia

O segundo dia do Congresso de Jovens Shalom (CJS) foi marcado por diversos momentos especiais.

comshalom

“Te pertencer Senhor é o meu prazer”. O trecho da canção foi cantado num lindo coro de louvor e adoração a Jesus no primeiro grande momento do dia no sábado do Congresso de Jovens Shalom. Enquanto o Santíssimo Sacramento passava, jovens do mundo inteiro se rendiam com gestos, palavras e um olhar desejoso de ter um coração apaixonado pelo Cristo.

E o desejo de santidade foi o mote da primeira pregação do dia. “Os santos estão vivos!”. Essa exclamação marcou a fala do padre Cristiano Pinheiro. Para a multidão de jovens no Centro de Formação Olímpica, o sacerdote lembrou que somos “cidadãos do céu” e é para lá que deve ser o nosso caminho. Com uma linguagem jovem e extrovertida, o padre levou para o palco do evento uma surpresa: Santa Teresinha e São Francisco de Assis, dois testemunhos para os jovens. E, claro, o momento foi embalado por música. Encerrando com o padre, também cantor, interpretando a canção “Eterna União”.

A manhã terminou com a Celebração Eucaristia. Na homilia, o padre Denys Lima usou a metáfora do avião. Disse que “na juventude a gente tem força para decolar. E é o Espírito Santo que nos mantém na altura”. E fez um pedido: “usa dez vezes mais a tua força para retornar a Deus”.

A tarde foi dedicada a Nossa Senhora. A co-fundadora da Comunidade Shalom, Emmir Nogueira, formou os jovens com o tema: Sob o olhar da mãe. Começou dizendo que depois de Jesus a coisa mais importante das nossas vidas é Maria. Relacionou o ícone da porta do céu, o testemunho de Ronaldo Pereira e as diversas fases da vida dela para falar de Nossa Senhora. “Todos os tesouros que vem da Cruz de Cristo foram entregues a Maria”, disse Emmir.

E um forte momento de oração mariano marcou o fim da tarde no CJS. Os jovens foram presenteados com um ícone feito especialmente para comemorar os 30 anos do Projeto Juventude para Jesus. O ícone Mãe da Misericórdia foi inspirado na tradição do Carisma que a cada jubileu de aniversário da vocação faz um ícone comemorativo.

Aldeson Matos


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *