Formação

Com Ele ressuscitaremos

comshalom

Dom Nelson Westrupp

Nummundo repleto de “ossos ressequidos” (cf. Ez 37, 1-14), infestado decorrupção, violência, ódio, morte e falta de segurança (cf Texto Base –CF-2009); num mundo refugiado no túmulo de seu egoísmo eindividualismo; num mundo enterrado no túmulo de sua agressividade eintolerância, de sua indiferença social, moral e religiosa, de suainsensibilidade diante de crianças nascidas e não-nascidas, diante demenores e anciãos abandonados, diante dos doentes mal amparados, dosdesempregados, dos que passam fome de pão e têm sede de justiça, dosencarcerados e massacrados nas prisões, diante dos mais desprotegidos,menosprezados e dos mais pequeninos…

Aeste mundo tão sombrio e desolador, em que vemos seres humanos semalento de vida, de ideais, de esperança e de amor, prolongando seupassado sem perspectivas de futuro, a este mundo somos enviados aproclamar o Senhor da Vida e da Esperança. A este mundo em pânico echeio de morte física e moral por todos os lados, somos convidados aanunciar apressadamente que o “túmulo está vazio” (cf. Jo 20, 18), queCristo ressuscitado derrotou o pecado, a causa de todos esses males…

Cristo é a Porta da Vida e da Libertação de todos os pecados e de todas as drogas que anestesiam e matam o coração humano.

Páscoaé a vitória da Vida sobre a morte. “Sabemos que Cristo, ressuscitadodos mortos, não morre mais. A morte não tem mais poder sobre Ele” (Rm6, 9). A vida e a morte enfrentaram-se, e a Vida triunfou para sempre.

Aimagem do “homem novo” que resplandece sobre o rosto de Cristo gloriosoleve a todos a reconhecer o valor intocável da vida humana. Assim,estaremos dando respostas concretas às exigências inadiáveis da justiçae da paz, onde o ser humano não é respeitado em seus direitosfundamentais…

Paranós, a Páscoa é o encontro feliz com o Ressuscitado, é a alegria devê-Lo no meio dos discípulos repartindo o pão nosso de cada dia e o Pãoda Vida. Nada e ninguém é capaz de causar maior alegria ao nossocoração do que   a presença de Cristo ressuscitado. Ele continua vivo,Deus-conosco, acompanhando nosso peregrinar na fé, fazendo nossocoração arder de amor e de esperança.

Cabea nós agora sermos mensageiros da Ressurreição do Senhor Jesus. Antes,porém, precisamos passar pela mesma experiência das testemunhasdesignadas de antemão por Deus (cf. At 10, 41). Precisamos percorrer omesmo caminho percorrido por Maria Madalena e fazer a mesma corrida dePedro e do discípulo amado (cf. Jo 20, 1-8). Só quem fizer aexperiência de fé em Cristo vivo e ressuscitado terá olhos e ouvidospascais para ver e ouvir o clamor dos que ainda  são impedidos deressurgir  para uma Vida Nova. A Páscoa terá sabor de vida nova, setivermos um coração para amar, para ser solidário e para repartirmisericórdia com os últimos da sociedade.

Oencontro pessoal com Jesus Cristo ressuscitado renove nossa missão detestemunhar que Ele está no meio de nós e que com Ele ressuscitaremos.

A todos/as os queridos/as leitores/as de “A Boa Notícia”, votos de uma santa e feliz Páscoa.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *