Formação

Como estás, coração do homem?

comshalom

coraçãoCom que tens te envenenado? Tens te inquietado com tua sede de Verdade? Te inquietas com teu desejo de imensidão, de grandeza que nada mais é que teu desejo de eternidade?

Verdade única, jamais encontrada em outro lugar, senão Naquele que disse: “Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida” (Jo 14,16).

Vida. Que vida tens buscado? Almejado? Que sentido tens buscado para tua vida? Que sentido tens dado a vida do outro? Vida que não está em nossas mãos, maior do que nós, infinitamente maior que nossa compreensão. Em falar nisso… Já paraste para pensar em quem te criou coração do homem? Já um dia voltaste ao teu Criador? Já reconheceste o teu nada e ao mesmo tempo a suprema grandeza de tua existência?

Vida. Existência. Mistério divino jamais revelado e o ao mesmo doado. Aceita coração do homem, aceita este dom, aceita simplesmente. Acolhe sem resistência! Não hesita! É dom! Acolhe com humildade e coragem.

Escolher a vida nem sempre é o caminho mais fácil, mas é o único que realiza plenamente o homem, pois temos sede de vida eterna.

Gritemos juntos: Sim a vida! Sim a este direito basilar de todo homem e de toda mulher. Gritem também vocês: homens e mulheres do mundo inteiro, Família Científica, Ciência Douta. Sabedoria de Deus, criatura de Deus, criados para servir a todo criado, para servir a vida. Rende-te! Inclina-te! Não mate! Não engane! Não blasfeme!

Juntem os fortes aos frágeis que com a força do amor tornaram-se gigantes, como Santa Madre Teresa de Calcutá que gritou a Impressa: “Se vocês não tiverem a coragem de criar os seus filhos, me dêem que eu crio!” A Santa Gianna Bereta Molla que entre a sua vida e a de sua filha exclamou: “Salvem a criança, pois tem o direito de viver e ser feliz”. E como não fazer memória ao gigante João Paulo II que com coragem pronunciou: “São inaceitáveis todas as manipulações genéticas que não respeitem a integridade do ser humano, identidade única, não reiterada”. E, ainda nosso papa Emérito Bento XVI, quando diz: “… que o progresso científico seja verdadeiramente respeitoso de cada ser humano, ao qual é reconhecida a dignidade da pessoa, sendo criado à imagem de Deus.”

Católicos ou não. Busquemos amar e apreciar a vida e a verdade.

Formação: Abril/2010


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *