Notícias

Como fazer que as pessoas gostem de mim?

comshalom

O que as pessoas mais procuram nos buscadores da internet, como o Google? “Como fazer que as pessoas gostem de mim” esteve no topo das buscas, em 2019, segundo dados divulgados pela plataforma. “Os dados sobre as pesquisas realizadas no Google demonstram que as pessoas procuram cada vez mais respostas para as suas dúvidas e necessidades no ambiente digital’, explica Andréia Gripp,  jornalista e  doutoranda em Teologia Pastoral pela PUC-Rio.

Ainda segundo a pesquisadora, “quem hoje educa as novas gerações, nas diversas áreas, seja intelectual, afetiva ou profissional é o Google, ou melhor, aqueles que podem ser encontrados pelo Google, aqueles que “habitam” o ambiente digital”. Andréia acredita que por esta pergunta apenas se possa aferir que ela diz respeito ao aumento da solidão das novas gerações. “O que a informação do Google comprova é que as pessoas não tem mais os recursos do ambiente físico como sua única fonte de conhecimento”, pontua.

A informação, segundo a pesquisadora que também é missionária, é uma alerta para todos aqueles que receberam a missão de anunciar o Evangelho. “Este dado demonstra que precisamos estar presentes no ambiente digital, produzindo e publicando na Internet conteúdos relevantes, que possam ajudar as pessoas em suas necessidades de informação e formação”, explica.

 

Para a missionária e pesquisadora Andréia Gripp precisamos produzir conteúdos relevantes para o mundo digital. Foto: arquivo pessoal.

No entanto, para a produção deste conteúdo é preciso que os evangelizadores conheçam os anseios e necessidades do ser humano nos tempos atuais. “Não adianta publicarmos o que achamos importante. É preciso que isso seja importante para as pessoas. Só conseguiremos isso se conhecermos os anseios humanos. Só assim poderemos oferecer uma resposta relevante às pessoas, sabendo que a nossa resposta será apenas uma das respostas possíveis que a pessoa vai encontrar”, diz.

Para que a resposta pautada no Evangelho possa fazer a diferença no universo digital, ela precisa “ser atrativa, com qualidade técnica, linguagem acessível e compreensível”. Diácono Franco Michel, co-autor do livro “Como Evangelizar nas redes sociais “ (Edições Shalom) explica que a evangelização no mundo digital acontece com eficácia quando é feita a partir do testemunho.

Autores do livro “Como evangelizar nas redes sociais” (Edições Shalom).

Ainda segundo o autor, o evangelizador que deseja atingir as pessoas que buscam respostas nas redes sociais deve criar pontes, gerir bem o tempo, ter atenção à privacidade e evitar o narcisismo. “Somos chamados a ser missionários através de nossas redes sociais”.  O livro aborda a realidade da habitação digital e a necessidade do testemunho que entrelaça vida online e off-line.

Sobre o livro

A obra traz temas relevantes em debate na atualidade, como administração do tempo, a privacidade, as relações virtuais, o fenômeno das fake news, o narcisismo e a comunicação como terra de missão. Com linguagem simples e acessível, os autores propõem formas para habitar, se relacionar e se comunicar nas redes sociais sendo verdadeiros seguidores de Cristo e mensageiros da Paz. A obra tem como base a Palavra de Deus, os documentos da Santa Igreja, as palavras dos santos e dos papas e as reflexões da vida ordinária de uma jornalista e um seminarista, ambos consagrados na Comunidade Católica Shalom e apaixonados pela Comunicação.

FICHA TÉCNICA

Como evangelizar nas redes sociais – Franco Galdino e Larissa Moura

128 páginas – Edições Shalom

Para comprar: http://bit.ly/2LB19K7


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *