Formação

Confissão: amor que cura com misericórdia!

comshalom

2010-08-04_18.28.06A Igreja tem consciência muito viva do pecado mas não está obcecada nem dá preponderância ao pecado. Professamos que “onde abunda o pecado, mas abunda a graça”. A graça de Deus é suficiente. A sua misericórdia pode-nos curar, é mais forte que o pecado.

Conta-se a história de um camponês no oeste da Irlanda que vivia perto de um rio. Todas as semanas, o prior aparecia à beira do rio e gritava: “O mesmo!”, e uma voz ecoava do outro lado: “A mesma!”. Até que o velho lavrador não agüentou a curiosidade e perguntou ao padre o que é que se passava. O padre explicou que como era o único sacerdote na aldeia usava este método para fazer a sua confissão semanal. Ele chegava a este lado do rio. “E aí eu grito: ‘O mesmo’ (Os mesmos pecados) e o padre O’Brien grita ‘A mesma!’ (a mesma penitência)”.

Nunca devemos deixar que as nossas confissões se tornem rotina, por muito que sejam frequentes. Cada Confissão, como cada Comunhão, é um encontro amoroso com o Senhor misericordioso que vem para curar as feridas do pecado, nos pôr na Sua montada e nos levar para um lugar seguro como o Bom Samaritano fez com o homem meio morto na estrada de Jericó.

 

Formação: Novembro/2012

15.04

Este manual pretende ser um auxílio para o momento mais sublime de nossa espiritualidade: a reconciliação com Deus. O Senhor vem em auxílio às nossas fraquezas através da Sagrada Escritura, que nos diz: “Se alguém pecou, temos junto do Pai um Advogado, Jesus Cristo, o Justo. Ele é a propiciação pelos nossos pecados , e não só pelos nossos, mas também pelos pecados do mundo inteiro”

Adquira o seu [AQUI]


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *