Formação

Consagração Episcopal – Obra do Espírito Santo

comshalom

     Pela importância de suas funções, aprouve Deus enriquecer osapóstolos com o seu divino Espírito, que literalmente “desceu sobreeles” em Pentecostes (cfr Atos 1,8; 2,4; Jo. 20, 22-23) e que por suavez, pela imposição das mãos, transmitem este mesmo dom aos seuscolaboradores. “Quando se precisa de um novo Bispo para presidir umadiocese ou para alguma missão importante dentro da Igreja, o Papa, comosucessor de Pedro, designa o sacerdote que deve ser elevado à ordemepiscopal. Este sacerdote recebe então, a terceira ‘imposição dasmãos’de outro Bispo (as duas anteriores foram no diaconato epresbiterato) e, por sua vez, converte-se em Bispo. Ao poder deoferecer a Santa Missa e de perdoar pecados, junta-se agora o deadministrar a Confirmação por direito próprio e o poder ‘exclusivo’ dosBispos de ordenar outros sacerdotes e de consagrar Bispos. Com estaterceira imposição de mãos do Bispo consagrante (habitualmenteacompanhado por outros sucessores dos apóstolos), o novo Bispo recebeuo Espírito Santo pela última vez. O Espírito Santo desceu sobre elepela primeira vez quando recebeu o Batismo, o capacitando de participarcom Cristo da sua oferenda sacrifical e de receber a graça dos demaissacramentos. O Espírito Santo desceu sobre ele mais uma vez naConfirmação e conferiu-lhe o poder de participar com Cristo no seuofício profético: o poder de propagar a fé com a palavra e com asobras. Veio mais uma vez, como novos poderes e graças, no diaconato eno presbiterato. E, agora, ao ser ordenado Bispo, o Espírito Santodesce pela última vez: – já não há novos poderes que Deus possaconferir ao homem. Pela última vez sua alma será marcada com um caráter- o pleno e completo caráter do sacramento da Ordem Sagrada – o caráterEpiscopal, revelando a superioridade da Graça neste servo de Deus,escolhido pelo Senhor, que pode por isso, com todo direito e poder,conduzir Seu povo. (TRESE, Léo, a Fé Explicada, Quadrante – São Paulo2005 – p. 421/422). (Adendo meu).

    A consagracão episcopal confere ao Bispo a plenitude do sacramentoda ordem, a que é chamada Sumo Sacerdócio. Sua essência reside no poderde o Bispo se perpetuar a si mesmo, no poder de ordenar sacerdotes e deconsagrar outros bispos , garantindo assim a sucessão apostólica que éum poder que jamais poderá se perder. Esta consagração juntamente com opoder de santificar, confere também os poderes de ensinar e governar,os quais só podem ser excercidos em comunhão hierárquica com a cabeça eos membros do colégio episcopal. Quando a graça do Espírito Santo, seune a imposição das mãos e as palavras da consagração, é impresso noBispo o caráter sagrado, de tal modo que estes representam de formaabsoluta o próprio Cristo, mestre, pastor e pontífice e atuam pelaIgreja no lugar d`Ele, confirmando assim, a sobrenaturalidade e forçada Igreja de Cristo neste mundo, dando a certeza de que tudo que Elafaz, através de seus servos, o faz pelo Cristo que dela é a cabeça.Falando em comunhão hierárquica, é preciso compreender que a unidade docolégio dos Bispos é importante para que se cumpra de fato a vontade deDeus neste mundo, através de Sua Igreja, que é caminho e sacramento desalvação aos homens, pelo qual Cristo morreu. O perpétuo e visívelfundamento da unidade é o Romano Pontífice, sucessor de Pedro, tantodos Bispos quanto do povo de Deus; e o Bispos em suas igrejas fazemeste papel de princípio e fundamento desta unidade, pelo que, cada umdos Bispos representa a sua igreja e, todos em união com o Papa, novínculo da paz, do amor e da unidade, a Igreja inteira.

” Pai santo, que conheceis os corações, dai a este vosso servo, porVós eleito para o Episcopado, que apascente o vosso povo santo, exerçade modo irrepreensível diante de Vós o sumo sacerdócio” (Rito daOrdenação do Bispo: Oração de Ordenação).


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *