Formação

Cristo é a plenitude da revelação

comshalom

Segunda leitura
Da Constituição dogmática Dei Verbum sobre a revelaçãodivina, do Concílio Vaticano II
(N. 3-4) (Séc. XX)

Cristo é a plenitude da revelação

Deus, criando e conservando pelo seu Verbo o universo,apresenta aos homens, nas coisas criadas, um contínuo testemunho da salvaçãoeterna, manifestou-se desde o princípio a nosso primeiros pais.

Depois que eles caíram, com a promessa da redenção, deu-lhesa esperança da salvação eterna, manifestou-se desde o princípio a nossosprimeiros pais.

Depois que eles caíram, com a promessa da redenção, deu-lhea esperança da salvação e cuidou sem cessar do gênero humano, a fim de dar vidaeterna a todos os que buscam a salvaçãoperseverando na prática das boas obras.

No tempo próprio, chamou Abraão para fazer dele um grandepovo; depois dos patriarcas, ensinou esse povo, por meio de Moisés e dosprofetas, a conhecê-lo como único Deus vivo e verdadeiro, Pai providente e Juizjusto, e a superar o Salvador prometido. E, assim, ao longo dos séculos,preparou o cominho para o Evangelho. Mas depois de ter falado muitas vezes e demuitos modos por meio dos profetas, nestes dias que são os últimos, Deus faloupor meio do seu Filho (cf. Hb 1,1-2).

Com efeito, ele enviou seu Filho, o Verbo eterno que iluminatodos os homens, para habitar entre os homens e dar-lhe a conhecer os segredosde Deus.

Jesus Cristo, portanto, o Verbo feito carne, homem enviadoaos homens, fala as palavras de Deus (Jo 3,34) e consuma a obra da salvação queo Pai lhe confiou.

Assim, ele – quem o vê, vê também o Pai – por toda a tuapresença e por tudo o que manifesta de si mesmo, por suas palavras e obras,seus sinais e milagres, mas sobretudo por sua morte e gloriosa ressurreiçãodentre os mortos, e por sua palavra e obras, seus sinais e milagres, massobretudo por sua morte e gloriosa ressurreição dentre os mortos, e finalmentepelo envio do Espírito da Verdade, aperfeiçoa e completa a revelação de que Deusestá conosco para nos libertar das trevas do pecado e da morte e nosressuscitou para a vida eterna.

A economia cristã, portanto, que é a nova e definitivaaliança, jamais passará; já não há novarevelação pública a esperar antes da manifestação gloriosa de nosso SenhorJesus Cristo.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *