Formação

Cristo ofereceu-se por nós

comshalom

Os sacrifícios das vítimasmateriais, que a própria Santíssima Trindade, Deus único do Antigo e do NovoTestamento, tinha ordenado que nossos antepassados lhe oferecessem,prefiguravam a agradabilíssima oferenda daquele sacrifício em que o Filhounigênito de Deus feito carne iria, misericordiosamente, oferecer-se por nós.

De fato, segundo as palavras doApóstolo, ele se entregou a si mesmo aDeus por nós, em oblação e sacrifício de suave odor (Ef 5,2). É overdadeiro Deus e o verdadeiro sumo-sacerdote que por nossa causa entrou de umavez para sempre no santuário, não com o sangue de touros e bodes, mas com o seupróprio sangue. Era isto que outrora prefigurava o sumo-sacerdote, quando, umavez por ano, entrava no santuário com o sangue das vítimas.

É Cristo, com efeito, que si só,ofereceu tudo o quanto sabia ser necessário para a nossa redenção; ele é aomesmo tempo sacerdote e sacrifício, Deus e templo. Sacerdote, por quem somosreconciliados; sacrifício, pelo qual somos reconciliados; templo, onde somosreconciliados; Deus, com quem somos reconciliados. Entretanto, só ele é osacerdote, o sacrifício e o templo, enquanto Deus na condição de servo; mas nasua condição, ele é Deus com o Pai e o Espírito Santo.

Acredita, pois, firmemente e nãoduvides que o próprio Filho Unigênito de Deus, a Palavra que se fez carne, seofereceu por nós como sacrifício e vítima agradável a Deus. A ele, na unidadedo Pai e do Espírito Santo, eram oferecidos sacrifícios de animais pelospatriarcas, profetas e sacerdotes do Antigo Testamento. E agora, no tempo doNovo Testamento, a ele, que é um só Deus com o Pai e o Espírito Santo, a santaIgreja católica não cessa de oferecer em toda a terra, na fé e na caridade, osacrifício do pão e do vinho.

Antigamente, aquelas vítimasanimais prefiguravam o corpo de Cristo, que ele, sem pecado, ofereceria pelosnossos pecados, e seu sangue, que ele derramaria pela remissão desses mesmospecados. Agora, este sacrifício é ação de graças e memorial do Corpo de Cristoque ele ofereceu por nós, e do sangue que o mesmo Deus derramou por nós. A esserespeito, fala São Paulo nos Atos dos Apóstolos: Cuidai de vós mesmos e de todo o rebanho, sobre o qual o Espírito Santovos colocou como guardas, para pastorear a Igreja de Deus, que ele adquiriu como sangue do seu próprio Filho (At 20,28). Antigamente, aqueles sacrifícioseram figura do dom que nos seria feito; agora, este sacrifício manifestaclaramente o que já nos foi doado.

Naqueles sacrifícios anunciava-sede antemão que o Filho de Deus devia sofrer a morte pelos ímpios; nestesacrifício anuncia-se que ele já sofreu essa morte, conforme atesta o Apóstolo:Quando éramos ainda fracos, Cristo morreupelos ímpios, no tempo marcado (Rm 5,6). E ainda: Quando éramos inimigos de Deus, fomos reconciliados com ele pela mortedo seu Filho (Rm 5,10)


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *