Formação

Cuidar do templo

comshalom

Dom José Alberto Moura

<!– /* Style Definitions */ p.MsoNormal, li.MsoNormal, div.MsoNormal {mso-style-parent:""; margin:0cm; margin-bottom:.0001pt; mso-pagination:widow-orphan; font-size:12.0pt; font-family:"Times New Roman"; mso-fareast-font-family:"Times New Roman";}@page Section1 {size:595.3pt 841.9pt; margin:70.85pt 3.0cm 70.85pt 3.0cm; mso-header-margin:35.4pt; mso-footer-margin:35.4pt; mso-paper-source:0;}div.Section1 {page:Section1;}–>

     Jesus expulsou os vendedoresdo templo e falou da destruição e reconstrução do templo de seu corpo (Cf. Jo 2,13-25). Sua liderança não foi aceita por muitos. Ele veio restabelecer osentido da religiosidade que respeite a fé autêntica, sem o uso da religião porinteresses econômicos ou de prestígio social e político. A ordem estabelecidade então fazia alguns buscarem vantagens em detrimento do verdadeiro culto aDeus e do amor ao semelhante. Deus, a religião, as Sagradas Escrituras e todo ocabedal religioso das pessoas não podem ser usados por interesses gananciososque ludibriem a boa fé das pessoas para se obter lucro financeiro. Como aPalavra de Deus é usada e abusada para se tirar vantagem!

 

     O Divino Salvador não perdiaocasião para ensinar as pessoas a respeitar o mais sagrado mandamento do amor.Este se configura na presença de Deus em cada ser criado à sua imagem esemelhança. Assim como se deve respeitar o templo como lugar de culto a Deus,também se deve fazê-lo com cada ser humano, templo do mesmo Senhor. Ainda maisquando tal templo é indefeso, como o caso dos seres humanos que estão paranascer e toda criança! O próprio Jesus adverte sobre quem desrespeitar ouescandalizar as crianças: melhor seria se lhe atasse grande peso e se o jogasseno fundo do mar. Quanto desrespeito à vida e à dignidade humana!

 

     A violência tem sido gritanteem nossa sociedade, a partir de tantas famílias desajustadas, de promiscuidade,falta de educação, assaltos, roubos, assassinatos, trânsito caótico em muitoslugares, desrespeito à lei, amplas injustiças… O cuidado do templo da pessoahumana passa pela formação no e para o amor, a partir das famílias… Asegurança pública é de responsabilidade de cada um. A Campanha da Fraternidadenos coloca o desafio de promovermos a justiça para obtermos a paz. Assimteremos mais segurança e promoção do bem de todos.

 

     A ressurreição de Jesus deucondição a que seus discípulos cressem nele, lembrando-se do que ele haviadito: “O zelo por tua casa me consumirá” (Jo 2, 17). De fato, se ele nãotivesse ressuscitado, sua pregação sobre o templo seria como uma palavra a maisdita por qualquer líder. Agora vale a pena escutá-lo, pois, sua autoridade édivina, tendo superado a morte. Também o templo do corpo humano ressuscitará.Será transfigurado pelo poder do próprio Deus.

 

    Por isso, o corpo, tendo apresença de Deus, deve sempre ser respeitado e não usado simplesmente comoobjeto. O corpo do semelhante é olhado e tratado como templo. A segurançapública começa justamente quando há o respeito ao outro. Na mútua atençãorespeitosa se constrói base para uma sociedade mais justa, solidária e fraterna.É isso que precisamos fazer para termos paz e promoção do bem comum. A Quaresmanos leva à conversão para o respeito ao templo da pessoa humana, imagem esemelhança de Deus.

 

    Como Jesus conhece a pessoahumana por dentro (Cf. Jo 2, 25), ele contrapõe a violência com a entrega totalde si. Combate a mesma violência com o amor misericordioso e a vida nova daressurreição.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *