Notícias

Emmir Nogueira aos jovens: Que Deus vos dê a graça de construir um mundo novo

No último dia do Congresso de Jovens Shalom (CJS) Alive, Emmir Nogueira falou sobre a importância de cultivar laços entre as gerações. Confira a seguir as suas principais reflexões para os jovens.

Amar uma pessoa de uma outra geração é exigente. Mas o seu pai, a sua mãe, o seu avô e a sua avó, também um dia lhe deram de comer na boca, porque você não sabia comer sozinho. Um dia também eles te ajudaram a carregar um peso, porque você não podia carregá-lo. Um dia eles andaram mais devagar, porque você, no seu passinho de criança, não conseguia seguir o passo de um adulto. Por amor a você eles andaram mais devagar. Essa avó e esse avô que você é chamado a amar hoje, um dia também eles tiveram que sair do mundo deles para entrar no seu.

___________

Meus queridos, quando nós chegamos na terceira idade, nós nos tornamos de muitas formas crianças outra vez. E nós não somos menos inteligentes porque não somos cibernéticos como vocês. Nós não somos menos capazes porque somos menos digitais do que vocês. Os dedos dos idosos, perdem as marcas das digitais. Sabem o que que isso significa? Significa que eles não vão conseguir clicar no celular, nem no touchpad, nem na tela sensível do computador. Não vão conseguir porque não têm mais digital. Não porque são burros ou incapazes de aprender a mexer nos gadgets que nós temos hoje. Então a primeira coisa que você deve entender é essa: é necessário ter disposição de amar e de acolher o mais velho como ele é.

___________

A disposição de amar você aprendeu deles, dos seus responsáveis. Foram eles que te amaram primeiro. Concretamente no dia a dia foram eles que cuidaram de você, foram eles que te ouviram. Mil vezes a mesma história. Foram eles que repetiram mil vezes para você fazer alguma coisa, como hoje você faz com eles.  Eles ouviam por você. Hoje você ouve por eles.

___________

E se talvez o teu pai não tenha te amado, se ele tenha te abandonado, ou se tua mãe passasse o dia fora de casa, você tem a Mãe de Jesus para te ensinar. Você tem o próprio Jesus que teve misericórdia daquele homem que há 38 anos estava esperando alguém para leva-lo até a piscina antes que o anjo movesse a água. Você tem o Evangelho para perdoar este pai que te abandonou, para perdoar esta mãe que te abandonou. Você tem a graça de Deus, você tem a Eucaristia para amá-los com amor de Jesus – já que talvez eles não tenham te ensinado a amar.

___________

Meus queridos, a fé é uma corrente. Um bispo amigo nosso, amigo do Shalom, nos dizia: a fé é como uma corrente que vai passando de pai para filho. Quando você não tem o amor entre as suas gerações, um elo dessa corrente se abre. Um elo dessa corrente fica partido e se perde a fé. Nossa cultura fez e está fazendo de tudo para que os jovens percam a fé.

___________

O mundo de hoje fez com que os jovens perdessem a fé colocando-os contra os próprios pais. Assim essa corrente de fé ela foi sendo quebrada. Hoje em dia ninguém mais reza junto em casa. Ninguém reza o terço junto, ninguém reza antes das refeições. Ninguém mais diz: está com dor de cabeça? Vou rezar em você, para que Jesus possa lhe curar. Ninguém mais diz: meu filho, mamãe está rezando pela sua prova, viu? Vou pedir que o Espirito Santo lhe ilumine no seu Enem. Precisamos resgatar isso nas nossas famílias.

___________

Jovens, vocês não imaginam com que tamanha esperança nós olhamos vocês. Eu já ouvi jovens comentando que quando o pessoal do Shalom vê um jovem, os olhos brilham. E é verdade! Nossos olhos brilham. E vocês sabem que o brilho dos olhos é uma consequência bioquímica de um sentimento que aflora. E o nome desse sentimento é esperança. Quando vejo vocês dançando, cantando e brincando, o meu coração se enche de alegria; e se enche de alegria porque se enche de esperança.

___________

Eu sei que esse mundo que nós vivemos, esse mundo que nós criamos, esse mundo que a minha geração criou e entregou para vocês, não é o melhor dos mundos. Mas nós fizemos tudo o que podíamos. E fizemos por amor a vocês, nossos filhos. Nós nos sacrificamos tudo o que podíamos por amor a vocês, nossos filhos. E hoje nós entregamos a vocês o mundo imperfeito, mas nós o entregamos com muita esperança, porque sabemos que vocês vão fazer o melhor.

___________

Se vocês aprenderem a serem gratos, gratos pelo amor que nós tivemos a vocês, até mesmo ao gerar vocês – se vocês tiverem essa gratidão, essa caridade, essa fé no coração, ao entregar o mundo imperfeito a vocês, vocês vão enchê-lo de esperança e vão entrega-lo aos filhos de vocês, ainda imperfeito – mas talvez um pouco melhor, mas isso não importa muito. Importa a esperança com a qual vocês entregam esse mundo para as futuras gerações.

___________

Queridos jovens: Que vocês recebem um legado cultural e um legado espiritual. Um legado, sobretudo, de amor. Um amor imperfeito, mas cheio fé e de esperança. Se vocês forem capazes de viver a caridade para conosco, vocês também serão capazes de viver a caridade uns para com os outros, e a caridade para com os filhos de vocês. E isso sim, fará toda a diferença. Que Deus os abençoe e coloque no coração de vocês a graça necessária para construir um mundo novo.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *