Formação

Escolhidos ou capacitados?

comshalom

O Brasil segue e criamuitas modas e estas modas se traduzem em roupas, comportamentos, músicas,lugares e mesmo em falas e expressões, que caem no gosto popular e se espalhampelos cantos do país. Especialmente as falas são, às vezes, muito criativas e interessantes,diga-se de passagem, e dignas de estudos linguísticos. Há de havê-los imaginoeu, e devem ser no mínimo teses curiosas. De onde nascem as modas? A maioria nascedas novelas e programas de televisão, oferecidas a rodo, ao gosto do freguês eoutras simplesmente aparecem, surgem, como que do nada, ninguém sabe bemdireito de onde. Quando se vê já estão aderidas ao corpo, à mente e à fala detodos nós.

Quando eu parti emmissão para Israel, como consagrada da Comunidade de Aliança em 2008, havia umamáxima que estava sendo dita em ambientes religiosos, que eu pensei que fossedurar pouco. No entanto, há poucas semanas, recebi um PPS – será que existealguém que não receba diariamente estas mensagens em power point com texto emúsica? – falando da bendita frase que eu sei que você conhece e que diz assim:“Deus não escolhe os capacitados mas capacita os escolhidos”. Quandoacabei de ler, pensei: “Que grande bobagem e inverdade, meu Deus, o que estáescrito aí e que rola na boca de todo mundo. Esta frase não tem nada a ver coma Palavra de Deus, com a nossa fé e com aquilo que Jesus, o Pai e o EspíritoSanto fazem e muito menos com a experiência que eu tenho visto!”.

Esta máxima pode atépretender empurrar para frente as pessoas chamadas para algum serviço pastoral,desafio comunitário, serviço a ser feito, seja lá onde for, na certeza de queDeus é fiel e capacitará a pessoa escolhida para cumprir tal missão, mas averdade é que Deus escolhe quem Ele quer e capacita da mesma forma! Quem éincapacitado? O que é ser incapacitado, deveríamos no perguntar. Qual ocritério de incapacidade ou de capacidade? O que torna alguém capacitado ouincapacitado para ser objeto da eleição do Senhor? É a cultura, o estudo, aexperiência de vida, os lugares visitados, as experiências de sofrimentoacumuladas, os relacionamentos vividos, a quantidade de amigos, os bens? Ouainda a inteligência, a criatividade, os dons literários, artísticos,matemáticos, filosóficos, linguísticos?

Se Deus nãoescolhesse os socialmente capacitados não poderia ter escolhido Paulo de Tarso,Agostinho, Tomás de Aquino, Francisco, Edith Stein para citarmos uma mulher, ouJoseph Ratzinger, trazendo para nossos dias. Deus escolhe quem Ele quer ecapacita quem Ele quer! Deus escolhe a todos e capacita a todos pois quer asalvação de todos os homens e a todos chama de filhos em Cristo Jesus! Já nãohá mais diferença de categoria nem entre homens e mulheres, quanto mais entrecapacitados e incapacitados, seja lá que critério se possa ter.

É inegável que somosdiferentes e que os dons de Deus – os talentos – se espalham segundo a suasabedoria para cada pessoa sempre visando a felicidade desta mesma pessoa e obem do Corpo, da Igreja, da Humanidade. Cada um tem um papel, uma missão, umacontribuição a dar, e por isso São Paulo, na carta aos Coríntios usa a metáforado corpo. Cada um tem o seu lugar. Mas o valor de todos como pessoa e filhos eeleitos é o mesmo! Somos todos membros uns dos outros, somos irmãos e temos aDeus como Pai. O segredo é buscar ser aquilo que se é, para o qual foi criadosegundo os planos de amor de Deus.

Porém antes de fazere cumprir uma missão, um trabalho, um apostolado, carreira, vocação, éfundamental saber e lembrar que a razão da nossa existência é amar a Deus! Issoparece tão distante da realidade de nossas vidas, mas é a verdade, é o segredoda liberdade absoluta. Aquilo que somos e temos existe em primeira instânciapara que tenhamos comunhão de amor com o Senhor pois para isso fomos criados donada e recriados como filhos e filhas em Jesus Cristo: parasermos amados e amarmos a Deus sobre todas as coisas e pessoas! Este é sentidomais básico e mais inalienável de toda pessoa humana: saber que ela existe paraser amada por Deus e para amar a Deus de um jeito que não cansa, nem se esgota,nem frustra, infinito. É somente após nos sentirmos amados é que o amortransborda no amor pelas pessoas e todos os outros e outras, e somos capazes decumprir nossa missão e chamado. É um movimento contínuo e crescente de amor.

A Palavra de Deus nosensina que Deus é Abba, é Pai com entranhas de misericórdia, que faz chover enascer o sol sobre justos e injustos, e seguindo o nosso pensamento, sobreescolhidos ou não escolhidos, sobre capacitados e incapacitados e que dá o domdo Espírito Santo a todos os que pedirem. O critério para viver a comunhãopessoal com Deus e consequentemente aprender a viver uma vida plena ésimplesmente pedir, pedir sempre, pedir em todas as circunstâncias! E pede quemquer, quem é gente, é filho, é pessoa, é necessitado, é pecador, é humano, equer ver a vida e viver a vida segundo o doador de toda a Vida que Deus mesmo!E nessas categorias descritas acima caibo eu e cabemos todos.

Por isso posso dizerque Deus capacita sempre e escolhe sempre porque sua misericórdia é eterna, seuamor é sem fim e todos participamos e temos papel importante na construção doReino! Creia nisso e siga em frente!

Até o próximo modismoe que sejamos nós a criá-lo!


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *