Formação

Eucaristia, sacrifício da nova aliança

comshalom

A Eucaristia é, acima de tudo, um sacrifício: sacrifício daRedenção e ao mesmo tempo sacrifício da Nova Aliança. O homem e omundo sãorestituídos a Deus por meio da novidade pascal da Redenção. Esta restituiçãonão pode faltar: é fundamento da "aliança nova e eterna" de Deus como homem e do homem com Deus. Se chegasse a faltar, seria preciso rever seja aexcelência do sacrifício da Redenção que foi perfeito e definitivo, ou o valorsacrificial da Santa Missa. Portanto a Eucaristia, sendo verdadeiro sacrifício,obra essa restituição de Deus.

 Neste sentido, o celebrante, enquanto ministro dosacrifício, é o autêntico sacerdote, que realiza –em virtude do poderespecífico da sagrada ordem- o verdadeiro ato sacrificial que leva de novamenteos homens a Deus. Ao contrário, todos aqueles que participam da Eucaristia, sacrificam-se como ele, oferecem com ele, em virtude do sacerdóciocomum, seus próprios sacrifícios espirituais, representados pelo pão e o vinho,desde o momento de sua apresentação no altar.

 Efetivamente, este ato litúrgico solenizado por quase todasas liturgias, "tem seu valor e seu significado espiritual". O pão e ovinho se convertem em certo sentido em símbolo de tudo o que leva a assembléiaeucarística, por si mesma, em oferenda a Deus e que oferece em espírito. Éimportante que este primeiro momento da liturgia eucarística, em sentido estrito, encontra suaexpressão no comportamento dos participantes. A isto corresponde a chamadaprocissão da oferendas, prevista pela recente reforma litúrgica e acompanhada,segundo a antiga tradição, por um salmo ou cântico.

 Todos os que participam com fé da Eucaristía se dão conta de que ela é Sacrificium", isto é, uma "Oferendaconsagrada". Com efeito, o pão e o vinho, apresentados no altar e acompanhadospela devoção e pelos sacrifícios espirituais dos participantes, são finalmenteconsagrados, para que se convertam verdadeira, real e substancialmente no Corpoentregado e no Sangue derramado de Cristo mesmo. Assim, em virtude daconsagração, as espécie de pão e vinho, "re-presentam", de modosacramental e incruento, o Sacrifício propiciatório oferecido por Ele na cruzao Pai para a salvação do mundo.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *