Formação

Harmonia Conjugal

comshalom

familia
familia

Precisamos entender que amar não é uma decisão de apenas ummomento, mas é uma decisão que deve ser renovada a cada momento, para durarsempre. E tem mais, é preciso estar sempre consciente que amar um homem ou umamulher, será sempre amar um ser imperfeito, pecador, fraco e sujeito àsintempéries da vida. Mas, se você o amar de verdade, poderá ajudá´lo a vencertodas essas dificuldades, e ser alguém novo, por causa do seu amor.

 Repito, a beleza do amor está exatamente em superar todasessas dores. Do contrário ele não seria o que é.

 Como um ninho, a felicidade do casal que se ama, éconstruída, pedacinho por pedacinho, através de esforços mútuos de compreensão.

 Em muitos casos ´ a experiência tem mostrado ´ amar ésofrer. Tenho encontrado homens e mulheres, mais essas, que carregam a cruz deum casamento mau sucedido, pela vida toda. Muitas vezes é aquele marido que éinfiel e tem outra mulher; outras vezes é o próprio gênio e temperamento doesposo que sufoca a esposa, etc. Nesses casos limites, amar significa sofrer avida inteira. Mas ainda assim, é preciso dizer, se ele for assumido por amor aooutro e à família, não ficará sem frutos.

 A própria Igreja compreende que num caso de infidelidadeconsumada, reincidente, etc, a esposa possa até separar´se do marido, ou ocontrário, sem que haja novo casamento. No entanto, tenho visto testemunhosheróicos de mulheres, que mesmo assim, permaneceram fiéis, para salvar o queestava perdido. É o milagre do amor!

 Lamentavelmente, temos visto, cada vez mais, o triste espetáculode muitos homens ´ parece ser menos o caso de mulheres ´ que trocam a esposa,antiga e fiel, por uma mulher mais nova, depois de muitos anos de casados. É umfato muito triste. Não se pode trocar o amor antigo por uma aventura nova. Éuma traição inqualificável.

 Resta dizer a essas mulheres, que mantenham a sua dignidadee permaneçam fiéis a Deus e à família. Continuem, como sempre estiveram, nosseus lugares de mães e esposas. Se você foi abandonada, permaneça fiel no seuposto. Sinta a consolação de cumprir a vontade de Deus em sua vida até o fim.Ao menos você está em paz com a sua consciência e preparada para prestar contasde tudo diante de Deus. Apesar de tudo, você pode ser mais feliz do que ele.

 Temos visto também essas tristes separações acontecerem comcasais novos; a esposa é abandonada porque surgiu outra na vida do marido e lhevirou a cabeça. O que fazer? Lutar com todas as forças humanas e divinas parareconquistar o que é seu. Antes de tudo reze muito e ofereça a Deus a sua dor,para que ele volte. E permaneça no seu lugar com toda dignidade.

 Quando tudo balança, é preciso ter um ponto de apoio para sesustentar. O marido que abandona a legítima esposa por causa de outra, é alguémque está balançando. A consciência lhe pesa… Então, é preciso que, na fé,você que foi abandonada, permaneça firme, para que ele possa encontrar em vocêo ponto de sustentação.

 Tenho notado que muitos acabam voltando. Por isso, a esposaabandonada, não pode iniciar uma nova aventura amorosa, como que para se vingardo outro. Neste caso você estaria matando todas as chances de reconciliação.Não é este o caminho. Permaneça firme na fé, na oração. Nesta hora, a dor doabandono precisa ser oferecida a Deus como um incenso constante a subir aoscéus para implorar a misericórdia de Deus para esse que a deixou.

 Dê tempo ao tempo, e dê tempo a Deus, e Ele agirá por causada sua fé.

 Quero lembrar aqui, mais uma vez, a importância da mulher navida do marido e da família. A Palavra de Deus, nos Livros do Eclesiástico eProvérbios, nos ensina isto e nos ajuda a refletir:

 ´Feliz o homem que tem uma boa mulher, pois, se multiplicaráo número dos seus anos. A mulher forte faz a alegria do seu marido, e derramará paznos anos de sua vida.   É um bom quinhão uma mulher bondosa; no quinhão daqueles quetemem a Deus, ela será dada a um homem pelas suas boas ações.   Rico ou pobre, o seu marido tem o coração satisfeito, E seurosto reflete alegria em todo o tempo…´   

´Uma mulher maldosa é como jugo de bois desajustado; quem apossui é como aquele que pega um escorpião.   A mulher que se dá à bebida é motivo de grande cólera; suaofensa e sua infâmia não ficarão ocultas.   O mau procedimento de uma mulher revela´se na im´ prudênciade seu olhar e no pestanejar das pálpebras…´

 ´A graça de uma mulher cuidadosa rejubila seu marido, e seubom comportamento revigora os ossos.   É um dom de Deus uma mulher sensata e silenciosa, e nada secompara a uma mulher bem educada.   A mulher santa e honesta é uma graça inestimável, não hápeso para pesar o valor de uma alma casta.   Assim como o sol que se levanta nas alturas de Deus, assim éa beleza de uma mulher honrada, ornamento de sua casa.   Como a lâmpada que brilha no candelabro sagrado, assim é abeleza do rosto na idade madura.

 Como colunas de ouro sobre alicerces de prata, são as pernasformosas sobre calcanhares firmes.   Como fundamentos eternos sobre pedra firme, assim são ospreceitos divinos, no coração de uma mulher santa.´ (Eclo, 26)

 Uma mulher virtuosa, quem pode encontrá´la?   Superior ao das pérolas é o seu valor.   Confia nela o coração de seu marido, e jamais lhe faltarácoisa alguma.   Ela lhe proporciona o bem, nunca o mal, em todos os dias desua vida.   Ela procura lã e linho e trabalha com mão alegre…´´Estende os braços ao infeliz e abre a mão ao indigente.   Ela não teme a neve em sua casa, porque toda a sua casa temvestes duplas…´

 ´Fortaleza e graça lhe servem de ornamentos, ri´se do dia deamanhã.   Abre a boca com sabedoria; amáveis instruções surgem de sualíngua.   Vigia o andamento de sua casa, e não come o pão daociosidade.   Seus filhos se levantam para proclamá´la bem´aventurada eseu marido para elogiá´la.´

 (Prov. 31)

 ´Uma mulher forte é a coroa do marido´. (Prov. 12, 4)

 ´Encontrar uma mulher é encontrar a felicidade, é obter umfavor de Iahweh´. (Prov. 18, 22)

 Em 11/03/1942, o Papa Pio XII, de feliz memória, deixou´nosum belo discurso sobre a grandeza da esposa e mãe no lar e na sociedade.

 Vamos transcrevê´lo aqui para que sirva de meditação paratodos. O Papa chamou a esposa de ´o sol da família´, falando a um grupo derecém´casados, em Roma.

 A esposa, o sol da família

 ´A família tem o brilho de um sol que lhe é próprio: aesposa…

 Realmente a esposa e mãe é o sol da família. É o sol por suagenerosidade e dedicação, pela disponibilidade constante e pela delicadeza eatenção em relação a tudo quanto possa tornar agradável a vida do marido e dosfilhos. Irradia luz e calor do espírito. Costuma´se dizer que a vida de umcasal será harmoniosa quando cada cônjuge, desde o começo, procura não a suafelicidade, mas a do outro. Todavia este nobre sentimento e propósito, emborapertença a ambos, constitui principalmente uma virtude da mulher. Por naturezaela é dotada de sentimentos maternos e de uma sabedoria e prudência de coraçãoque a faz responder com alegria às contrariedades; quando ofendida, inspiradignidade e respeito, à semelhança do sol que ao raiar alegra a manhã cobertapelo nevoeiro e, quando se põe, tinge as nuvens com seus raios dourados.

 A esposa é o sol da família pela limpidez do seu olhar e ocalor de sua palavra. Com o seu olhar e sua palavra penetra suavemente nasalmas, acalmando´as e conseguindo afastá´las do tumulto das paixões. Traz omarido de volta à alegria do convívio familiar e lhe restitui a boa disposição,depois de um dia de trabalho ininterrupto e muitas vezes esgotante, seja nosescritórios ou no campo, ou ainda nas absorventes atividades do comércio ou daindústria.

 A esposa é o sol da família por sua natural e serenasinceridade, sua digna simplicidade, seu distinto porte cristão; e ainda pelaretidão do espírito, sem dissipação, e pela fina compostura com que seapresenta, veste e adorna, mostrando ao mesmo tempo reservada e amável.Sentimentos delicados, agradáveis expressões do rosto, silêncio e sorriso semmalícia e um condescendente sinal de cabeça: tudo isto lhe dá a beleza de umaflor rara mas simples que, ao desabrochar, se abre para receber e refletir ascores do sol.

 Ah, se pudéssemos compreender como são profundos ossentimentos de amor e de gratidão que desperta e grava no coração do pai e dosfilhos semelhante perfil de esposa e de mãe!´

Harmonia Conjugal – Parte 1 »
Harmonia Conjugal – Parte 2 »
Harmonia Conjugal – Parte 3 »


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *