Formação

Lições do Ano Paulino

comshalom

Dom Luiz Demétrio Valentini

Nestedomingo, termina o ano paulino, instituído para comemorar os dois milanos de nascimento do Apóstolo São Paulo. A iniciativa encontrou adesãoespontânea em toda a Igreja.

Faziasentido! Depois de celebrados os dois mil anos de Jesus, nada maiscondizente do que celebrar a personalidade humana que, depois deCristo, historicamente mais determinou as feições do cristianismo.Tanto que alguns o consideram como verdadeiro fundador, no sentido deter ele, Paulo, dado o formato teórico da nova expressão religiosa, quese propagou com rapidez surpreendente no império romano, e se tornou areligião com maior número de seguidores no mundo inteiro.

Concluídoagora o “ano paulino”, podemos melhor nos dar conta de como éfortemente “paulina” a formulação da fé cristã, e continuam sendo muito“paulinas” as feições da Igreja de Cristo.

Algumasdimensões merecem destaque. Uma delas sobressai, pela amplidão do seusignificado. Antes de sua conversão, Saulo personificava a oposiçãomais radical e mais feroz à nova religião que estava surgindo. Mas arejeição radical levou à adesão profunda e envolvente. Na experiênciade Saulo, que o levou a ser “Paulo – o Apóstolo das nações”, a fécristã mostrou sua singular força de atração, com a capacidadesurpreendente de iluminar a inteligência e de seduzir a vontade humana,no pleno respeito à dignidade e à liberdade.

EmPaulo, toda pessoa encontra inspiração para empreender a mesmatrajetória. Da atitude de descaso, ou até de rejeição, quem resolve sedefrontar com Cristo, percebe logo a sintonia profunda que é possívelestabelecer entre fé e razão. Em Cristo se harmoniza, com perfeição, anatureza humana com a natureza divina. Paulo, com sua busca radical daverdade, nos dá a demonstração cabal de quanto a fé cristã não só épalatável à inteligência, mas tem a força de atraí-la, e quanto oseguimento de Cristo abre caminho para a verdadeira realização humana.

EmJesus, temos a presença plena do mistério de Deus na humanidade. EmPaulo, temos a demonstração de como esta presença se coaduna com nossacondição humana. Esta a grandeza maior de Paulo.

Mas as lições do ano paulino não param aí.

Suaexperiência de conversão é comovente, e sobretudo exemplar. Tinha umtemperamento difícil, com seu ânimo impetuoso suscitando muitosatritos, mesmo entre os cristãos. Precisou empreender um longo e penosoitinerário de conversão que o levou a passar anos em Tarso, ondefinalmente Barnabé foi buscá-lo. A vida de Paulo se constitui emprecioso exemplo de empenho pessoal para colocar as energias vitais aserviço da causa de Cristo.

Outralição está na centralidade de Cristo. Da rejeição inicial, quando Sauloachava que o Nazareno tinha sido um taumaturgo perturbador da ordemreligiosa, Paulo foi aos poucos se dando conta da densidade do mistériode Jesus, “em quem está a plenitude da divindade”. Tanto que no finalde sua vida, Paulo pôde dizer com sinceridade: “Para mim, o viver éCristo!” Perceber como em Cristo encontramos a síntese do mistério e doprojeto de Deus, é outro salutar testemunho que Paulo nos deixou, e queo ano paulino nos recorda.

Podemosidentificar outros aspectos importantes, que acabaram sendo ressaltadospor este ano providencial, que está se encerrando. Como por exemplo aimportância da missão, que possibilitou a Paulo desabrochar seustalentos na evangelização dos gentios. E a validade de sua estratégiade deixar por escrito suas mensagens, nas numerosas cartas quecontinuam alimentando a Igreja.

Naverdade, em Paulo reconhecemos um dom precioso, do qual a Igreja nuncapoderá prescindir, para formular sua fé e para cumprir sua missão.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *