Formação

Natividade de Nossa Senhora

Neste dia 8, a Igreja Católica celebra o nascimento de Maria, exatamente nove meses após a festa de sua Imaculada Conceição

Conforme a tradição católica e alguns escritos apócrifos, Maria nasceu de pais já idosos, chamados Joaquim e Ana, como resposta às suas orações. Eles residiam em Jerusalém, ao lado da piscina de Betesda, onde hoje se ergue a Basílica de Santa Ana; e aí, em um sábado, 8 de setembro, nasceu-lhes uma filha, que recebeu o nome de Miriam, que em hebraico significa “Senhora da Luz”, passado para o latim como Maria. Maria foi oferecida ao Templo de Jerusalém aos três anos, tendo lá permanecido até os doze anos.

 

Sermão sobre a natividade de Maria de São Pedro Damião

 

‘’Hoje é o dia em que Deus começa a pôr em prática o seu plano eterno, pois era necessário que se construísse a casa, antes que o Rei descesse para habitá-la. Casa bela, porque, se a Sabedoria constrói uma casa com sete colunas trabalhadas, este palácio de Maria está alicerçado nos sete dons do Espírito Santo. (…) Como celebraremos o nascimento de Maria, templo do Verbo encarnado? Naquele dia a glória de Deus desceu sobre o templo de Jerusalém sob forma de nuvem, que o obscureceu. O Senhor que faz brilhar o sol nos céus, para a sua morada entre nós escolheu a obscuridade (1Rs 8,10-12), disse Salomão na sua oração a Deus. Este mesmo templo estará repleto pelo próprio Deus, que vem para ser a luz dos povos”.

 

O Verdadeiro significado deste evento

 

Discurso de Santo André de Creta proclamado no atual Ofício das leituras — honra a natividade da Mãe de Deus: ”Mas o verdadeiro significado e o fim deste evento é a encarnação do Verbo. De fato Maria nasce, é amamentada e cresce para ser a Mãe do Rei dos séculos, de Deus”. É por isso, que além de Maria é festejado também, o nascimento de João Batista e, lógico, o do próprio Jesus Cristo. Já os demais santos normalmente são festejados na data da passagem para vida eterna.

 

Origem da Festa

 

Segundo a tradição, esta festa tem sua origem em Jerusalém, quando começou a ser celebrada no século V como festa da Basílica Sanctae Mariae ubi nata est, atualmente conhecida como Basílica de Santa Ana. A festa do nascimento da Bem-Aventurada Virgem Maria, já era celebrada no século VII pelas Igrejas Bizantinas e em Roma, sendo posteriormente incluída no calendário tridentino permanecendo até os dias de hoje.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *