Institucional

Revista Shalom Maná: “Nunca entrais sem doçura na memória dos que Vos honram”

comshalom

revista janeiroA Liturgia celebra hoje, 12 de setembro, o Nome Santíssimo da Virgem Maria. O fato de que a Santíssima Virgem leve o nome da Maria é o motivo desta festividade, instituída com o propósito de que os fiéis encomendem a Deus, através da intercessão da Santa Mãe, as necessidades da igreja, agradeçam por seu onipotente amparo e seus inumeráveis benefícios, em especial os que recebem pelas graças e a mediação da Virgem Maria.

O nome de uma pessoa é algo muito importante na Bíblia, pois representa a própria pessoa. Certamente São Joaquim e Santa Ana foram inspirados pelo Céu para escolher esse Nome à Virgem que seria um dia a Mãe do Redentor e nossa Mãe. O que significa para você o nome de Maria?

O nome de Maria, diz São Pedro Crisólogo, é nome de salvação para os regenerados, sinal de todas as virtudes, honra da castidade; é o sacrifício agradável a Deus; é a virtude da hospitalidade; é a escola de santidade; é, enfim, um nome completamente maternal.”

Ó amabílissima Maria, exclama também São Bernardo, vosso santo nome não pode passar pela boca sem abrasar o coração! Os que Vos amam não podem pensar em Vós, sem um consolo e um gozo muito particulares. Nunca entrais sem doçura na memória dos que Vos honram.”

Feliz, feliz aquele que Vos ama, ó Maria, Mãe dulcíssima” – exclama Santo Afonso de Ligório. São João Berchmans, da Companhia de Jesus, costumava dizer: “Se amo a Maria, estou certo da minha perseverança e de Deus obtenho tudo o que quiser”. Renovava por isso sem cessar este propósito: Quero amar a Maria, quero amá-La sempre.

Ricardo de São Vítor, filósofo e teólogo que viveu em Paris, no início do século XI, dizia: “O nome de Maria cura os males do pecador com maior eficácia do que a dos unguentos mais procurados; não há doença, por desastrosa que seja, que não ceda imediatamente à voz desse bendito nome“.

O nome de Maria é um nome que desarma e abre o coração de Deus, em favor dos homens, nome de salvação e de alegria, nome que nos remete amor, nos remete força, precioso tesouro da Santíssima Trindade, nome terrível para os demônios, nome a ser continuamente invocado. Conta-se que Santa Gianna meditava tão profundamente na recitação da Ave- Maria, em cada palavra pronunciada, que para ela cada Ave-Maria era diferente.

Padre Rômulo, na edição da Revista Shalom Maná de janeiro do presente ano, nos fez refletir sobre Maria, mestra da fé, “Mestra porque toda a sua vida e o seu caminho estão fundamentados na fé e nos Seus desígnios”. Ela sempre acreditou, seja no momento do anúncio do anjo, no cotidiano da sua vida e da vida de Jesus, guardando tudo no seu coração; seja também nos momentos decisivos da sua vida e missão, até o momento da cruz.

Como nosso Carisma é Mariano, falar de Maria provoca docilidade em nossos corações, amabilidade em nossos lábios, amor esponsal em nossos corações, e obediência de fé à vontade de Deus, assim como nos ensina e testemunha Maria.

Para honrar Nossa Senhora, a Revista Shalom Maná se une à Assistência Litúrgica Shalom para que, a partir da revista de novembro, publicarmos uma série de artigos sobre o Ofício da Imaculada Conceição. Você sabe qual sua origem? Sabia que cada palavra tem um significado? Já ouviu falar que é a oração que mais agrada a Maria? Acompanhe-nos nas futuras edições da Revista Shalom Maná e saiba mais!

Que Maria os ilumine!

Por: Equipe Revista Shalom Maná


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *