Formação

O Bispo e a sua orquestra

comshalom

<!– /* Style Definitions */ p.MsoNormal, li.MsoNormal, div.MsoNormal {mso-style-parent:""; margin:0cm; margin-bottom:.0001pt; mso-pagination:widow-orphan; font-size:12.0pt; font-family:"Times New Roman"; mso-fareast-font-family:"Times New Roman";}@page Section1 {size:595.3pt 841.9pt; margin:70.85pt 3.0cm 70.85pt 3.0cm; mso-header-margin:35.4pt; mso-footer-margin:35.4pt; mso-paper-source:0;}div.Section1 {page:Section1;}–>

Dom Eurico dos Santos Veloso

O dom do episcopado trata-se do exercício do ministério deunir a grande diversidade de dons existentes no Corpo de Cristo em sua Diocese para quetodos funcionem bem e de modo harmônico visando a edificação do mesmo corpo e otestemunho missionário da Igreja. O bispo preserva a unidade dos carismas. Elenão acumula carismas, mas tem o dever de integrá-los e harmonizá-los,principalmente quando um carisma quer sobressair-se, colocando em risco aunidade do corpo. Tem-se esse aspecto do ministério episcopal como a função doregente de uma orquestra sinfônica, isto é, ele não toca nenhum dosinstrumentos da orquestra, mas sua ação é que possibilita que todos osinstrumentos toquem no momento devido, da forma devida, de maneira a resultarnuma harmonia. Ele não é a orquestra, mas a orquestra se reconhece na pessoadele. Não é ele que manda na orquestra, mas tampouco a orquestra manda nele.Ambos obedecem à mesma partitura que no caso é a Palavra de Deus. Ambos estãosob a Palavra, o Verbo de Deus.

Naturalmente, um regente não precisa sabertocar todos os instrumentos da orquestra e nem mesmo poderia fazê-lo. Porém,deve saber coordenar os instrumentos que são os dons e carismas, a fim de quetoquem no momento certo. Usando de modo competente sua autoridade como regente,a orquestra há de se reconhecer nele, pois toda orquestra sabe que sem seuregente, não conseguirá executar uma sinfonia de modo adequado. Tal como osmúsicos de uma orquestra reconhecem em seu regente o princípio da unidade, osdiversos carismas de uma diocese (tanto do ministério ordenado quanto dochamado “ministério leigo”) devem reconhecer em seu bispo o elo da unidadediocesana.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *