Institucional

‘O Shalom’, a fonte onde Jesus tira água viva para matar nossa sede.

comshalom

‘O Shalom’, a fonte onde Jesus tira água viva para matar nossa sede.

P. MadrugaO diálogo de Jesus com a Samaritana vem nos revelar uma grande graça da salvação de Deus para o mundo de hoje, através do Carisma Shalom. Principalmente para aqueles que trilham um caminho vocacional, consagrados ou fazem parte desta obra.
Todos bebem da mesma água que Jesus prometeu a Samaritana, (Jo4,1-42), talvez você não tenha percebido quando e como chegou a esta fonte, como foi encontrado por Jesus e começou a beber desta água. Mas hoje você já ver a diferença em sua vida.
A água viva que Jesus nos fala é a sua palavra, que traz o AMOR, a misericórdia, a paz, o céu, a salvação, tudo que o mundo não oferece. Quanto mais você escutar e vive as palavras de Jesus, maior é o efeito da graça de Deus em sua vida.
Talvez, muitos de nós vivíamos como a Samaritana, em busca de água em poços profundos e não conseguíamos matar a sede. De repente o Espirito Santo nos conduziu até aqui “o Shalom” e a parti de então, Jesus começou não só matar a sede, mas lavar e curar as feridas deixadas pelo pecado.
No Evangelho, Jesus conversa livre mente com a Samaritana sem ela perceber quem Ele é. É assim que Ele, muitas vezes conversa com nós. Sem saber que era Jesus, a mulher diz ‘senhor daime de beber dessa água viva para que eu não tenha mais sede, pois não quero mais voltar aqui’, é como se ela estivesse dizendo, Senhor eu não quero mais viver essa vida sofrida do pecado, de morte, que muitos estão vivendo hoje, “matando” a sede do corpo e matando literalmente a alma.
A mulher, sentia-se acolhida e amada só em ouvir as palavras de Jesus. A cada palavra o coração da Samaritana “arde” se alegra, ela vai percebendo que a maior sede que ela tinha não era por água, era pelo primeiro Amor que salva, Jesus Cristo.
A maior alegria no coração da Samaritana é que pela primeira vez um homem se apresenta á ela com palavras diferentes de outros homens que ela já tinha conhecido. Quem bebe desta fonte, deste Carisma Shalom, também é chamado a falar com o homem e a mulher de hoje, (que estão a beira dos poços em busca de ‘água’), assim como Jesus falou a Samaritana, sem interesse, mas preocupado em salvar a alma da pessoa.
Diz a mulher, “sei que deves vir o messias que se chama Cristo, quando, pois vier, ele nos fará conhecer todas as coisas.” Jesus responde, “Sou Eu, quem falo com tigo.”
Bem dito seja Deu Pai, por este Carisma Shalom, por esta vocação de santidade que seu filho Jesus Cristo nos deu, para, por ele, falar ao coração do homem de hoje. Assim como aconteceu com essa mulher que foi encontrada por Jesus a beira de um poço e salva por Ele, muitas outras pessoas precisam ser encontradas e salvas por Jesus Cristo, através da vida e testemunho de todos que bebem esta água viva nesta fonte, o Shalom do Pai.
Que ninguém, que chegou a esta fonte, beba desta água viva para santificar-se a si mesmo, mas para santificar todos aqueles que estão ao seu redor. A final de contas ‘uma vocação bem vivida em Jesus Cristo, não precisa de muito barulho para chamar atenção de alguém para Deus, sua vida já basta’. Lembra-nos São Francisco de Assis.
Quem chega a essa fonte ‘Shalom’ e bebe desta água viva, não pode continuar triste. Alegria de ir para Igreja, ao grupo de oração, nos evangeliza e evangeliza os outros. Porque ir a Igreja ou ao grupo de oração, não é ir por ir, apenas para sair de casa ou se encontrar com os amigos, porque, o que vai nos unir com os amigos é Jesus Cristo. Ele é o verdadeiro motivo desse encontro. Shalom, que Deus o abençoe.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *