Formação

O verdadeiro Messias

comshalom


“A crucificação é a mais cruel e revoltante penalidade. A própriapalavra cruz devia não apenas ficar longe do corpo de um cidadãoromano, mas também de seus pensamentos, seus olhos e seus ouvidos”.
Marco Túlio Cícero (106-43 a.C.).
O Maior Orador Romano e Político

Pelo fator histórico sabemos que Jesus foi mais um entre milhares de crucificados pelo poder romano na Palestina.
Jehohanan, judeu como Jesus, foi crucificado, e quase ninguém ouviu falar dele.
Se Jesus não fosse o verdadeiro Messias, filho de Maria, filho adotivode José, o filho de Deus, batizado por João Batista e não tivesse serefugiado no Egito, certamente a sua vida mergulharia no esquecimentoda História Universal.

O que Jesus trouxe para ser aceito e reconhecido como o verdadeiroMessias? Quem responde é o Papa Bento XVI: “A resposta é dada de ummodo muito simples: Deus nos trouxe Deus. Jesus trouxe Deus e assim averdade sobre a nossa origem; a fé, a esperança e o amor. Somente porcausa da dureza do nosso coração é que pensamos que isso seja pouco”.
Foi o próprio Jesus que disse: “É pelos seus frutos que os reconhecereis” (Mt 7,20).

1. Todas as profecias do Antigo Testamento se cumpriram com precisão em Jesus Cristo (Lc 24,44).
2. O único a ser gerado por obra e graça do Divino Espírito Santo noseio de uma virgem. É assim foi aceita como esposa de um homem justo(Mt 1,19).
3. Testemunhos de várias pessoas: a mulher cananéia: “Senhor, filho deDavi” (Mt 16,22). Simão Pedro: “Tu és o Cristo, o filho do Deus vivo”(Mt 16,16). O centurião e os que com ele guardavam a Jesus, ao verem oterremoto e tudo mais que estava acontecendo, ficaram muitoamedrontados e disseram: “De fato, este era o Filho de Deus” (Mt27,54). Nicodemos, um notável entre os judeus, mestre de Israel. Ánoite ele veio encontrar Jesus e lhe disse: “Rabi, sabemos que vens daparte de Deus como um mestre, pois ninguém pode fazer os sinais quefazes, se Deus não estiver com ele” (Jo 3,1.2).
4. Milagres, curas, libertação dos oprimidos dos demônios eressurreição de mortos. “Quem é este a quem até os ventos e o marobedecem?” (Mt 8,27). “Jamais se ouviu dizer que alguém tenha aberto osolhos de um cego de nascença. Se esse homem não viesse de Deus, nadapoderia fazer” (Jo 9,32.33). “Disse-lhe Jesus: “Eu sou a ressurreição”.Quem crê em mim, ainda que morra, viverá. Crês nisso? Disse Marta:“Sim, Senhor, eu creio que tu és o Cristo, o Filho de Deus que vem aomundo” (Jo 11,25-27). “Pois tinha mais de quarenta anos o homem em quemse operara aquele milagre de saúde” (Atos 3,1-8.16; 4,22).
5. Julgamento de um homem inocente que só fez o bem e amou a todos. Seujulgamento injusto, controvertido, que envolveu o Império Romano, oSinédrio, o rei, Herodes e o povo. “Vendo Pilatos que nada conseguia,mas, ao contrário, a desordem aumentava, pegou água e, lavando as mãosna presença da multidão, disse: Estou inocente desse sangue. Aresponsabilidade é vossa” (Mt 27,24). Esta é a principal cena do maisimportante julgamento da História que jamais será apagada e esquecida.
6. Ressuscitado dos mortos. O primeiro historiador da Igreja Lucasescreve: “É verdade! O Senhor ressuscitou e apareceu a Simão!” (Lc24,34). São vários testemunhos da ressurreição do Messias: “MariaMadalena”, “os apóstolos” (Jo 20,11-30). “Os dois discípulos no caminhode Emaús” (24,13-35). “Ao apóstolo Paulo e por mais de quinhentosirmãos” (1 Cor 15,1-8). Depois dessas provas irrefutáveis, temos doEspírito Santo a revelação divina que cremos pela graça da fé.

CONCLUSÃO

Somente o sangue imaculado de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristoderramado na dolorosa cruz do Calvário tem o poder de purificar todo opecado na alma do mais vil pecador.
Esse é único sacrifício que a humanidade depende para salvação.
A missão de Cristo na cruz é o único meio que faz transportar a pessoado erro para verdade, das trevas para luz, do pecado para o perdão esantificação, da maldição para benção, da perdição para salvação doinferno para o céu.

O escândalo da Cruz de Cristo é uma obra de maior feito e riqueza naHistória do mundo que ainda é para muita gente incompreensível e nãoaceito.
Esse tão rico tesouro e tão profundo é esse mistério, é revelado aos filhos de Deus por graça e fé na pessoa do Redentor.
A cruz é contraditória e paradoxal para mente racional, no entanto,nela centraliza toda justiça e a radicalidade do amor de Deus pararemissão do gênero humano.

É ao pé da Cruz do Redentor que todos precisam se ajoelhar paracontemplar seu estado de pecador e ao mesmo tempo de perdoado eregenerado pelo sangue do Cordeiro Imaculado e depois contemplar asmansões celestiais.
Foi no Calvário que se abriu no coração de Jesus Cristo a nossa morada eterna.
O nosso lar celestial no coração de Jesus nasceu no Calvário e graças à misericórdia do amor bom Deus.
A missão de Jesus Cristo na cruz foi obra perfeita e única da redenção humana. A maior expressão do amor de Deus.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *