Formação

Oração e assombração

comshalom

"Quanto mais rezo, mais assombração me aparece"

Esse dito popular faz muito sentido pra mim em dois aspectos diferentes. O primeiro se trata de como as coisas do mundo se levantam contra nós quando fazemos nossa opção por Deus. É incrível como sentimos essas coisas que nunca percebemos antes, atravancando nosso caminho. O fato é que, na maioria das vezes, elas sempre estiveram lá, veladas, mas agora devemos combatê-las abertamente. A influência do meio e das estruturas do pecado agora não estão mais ao nosso favor: músicas, modas, culturas de morte, males morais permitidos por uma sociedade permissiva, etc.O segundo aspecto é o interior.

Quando optamos por Cristo começamos a trilhar um caminho para dentro, costumo dizer que saimos de fora para dentro de mãos dadas com Jesus. Nesse caminho visitamos os mares agitados de uma vida marcada pelo pecado, pela ignorância e pela indiferença começamos a ver nossos fantasmas, ver essas assombrações que vivem dentro de nós, porém como vivíamos fora, nunca tinhamos as encontrado. Nesse sair para dentro com Jesus muitas pessoas desistem, muitos tem medo do que ainda estar por vir. Como no evangelho, pensamos que nesses momentos Jesus dorme, pensamos que ele nos deixou a deriva. Tudo isso nos assusta muito.

A partir do evangelho de Mc 4, 35-41, Sabemos que Ele está conosco na barca, e se tivermos fé que com ele não naufragaremos nas nossas misérias ouviremos Ele dizer aos ventos que nos agitam: “Silêncio! Cala-te!”, e o fruto será um “grande temor”.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *