Formação

Orar significa

comshalom

Segundo os santos do Carmelo, quando vamos orar precisamos ir para estar a sós quem quem sabemos que nos ama.

Orar implica: Que um se saiba querido, amado  pelo Outro.Que um se  debruce sobre os interesses do Outro.Que se fortaleça a amizade entre os dois em encontros repetidos, como sucede em toda a história de amizade.Que encontre o seu melhor ambiente num clima de silencio e deserto.

Deus procura-te,  com o DESEJO ARDENTE de travar  profunda amizade contigo:  Abre o teu coração sem medo…! Se soubesses quanto AMOR ELE tem para te dar… Todo  acolhimento requer um clima próprio: Procura o melhor tempo, lugar, ambiente de silencio e serenidade… pois ELE só trabalha bem num coração sossegado.

Orar é dialogar, é trocar afetos… Fora com os teus monólogos orantes intermináveis  pois ELE gosta que LHE manifestes espontaneamente os anseios do teu coração. Orar é aprender a estar diante d’Ele, é saber escutá-LO, é manifestar-LHE a tua amizade,  é dizer que O amas: Ele sente muita afeição por ti… procura estar diante d’ELE sentindo afeição por ELE. O Senhor  gosta de ouvir os teus afectos profundos.

Todo o encontro pessoal leva à abertura, ao conhecimento mútuo,  a necessitar-se e dar-se mutuamente.

ORAR é experimentar Deus dentro de uma relação amorosa. Stª Teresa de Jesus diz: «No meu parecer, orar não é outra coisa do que tratar de amizade, estando muitas vezes a sós com Quem sabemos nos ama!»
POR ISSO: Orar é coisa de dois: de Deus que sabemos que nos procura e do orante que se converte num «buscador» de Deus.

Na Oração, o importante já não será "o que faço, digo, etc." mas "com Quem estou"  ou simplesmente "com Quem quero estar"…
A Oração já não consiste em pensar muito mas em amar muito!         
E somente aquilo que leve a incrementar esse trato de amizade entre os dois, será válido à hora de orar….

Santa Teresa, testemunha Sobre vida que : "Não me deu Deus talento para discorrer com a inteligência. A meditação, para mim, era muito trabalhosa e penosa, Nunca soube o que era rezar com satisfação, até que o Senhor me ensinou  este modo – de simples olhar. E sempre achei tanto proveito neste acostumar-me a recolher-me dentro de mim, que isso me fez caminhar muito!" V 4,8 e C.P. 29,7

A sua relação com Deus não é para ser necessariamente ao nível das idéias ou conceitos, ou do sentimento percebido, mas da afetividade profunda provocada por esse encontro.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *