Sua Busca
Categoria
Ordenar por




Igreja precisa viver do perene Pentecostes

CIDADE DO VATICANO, sexta-feira, 14 de dezembro de 2007 (ZENIT.org).- Todos na Igreja «estamos chamados» a estar na «corrente da graça» de um «Pentecostes contínuo», chave para o anúncio profético de Cristo, reconheceu esta sexta-feira o pregador da Casa Pontifícia perante o Papa e seus colaboradores da Cúria Romana. E expressão desse Pentecostes contínuo é […]

Porque Elias deverias vir?

“Porque dizem que Elias deveria Voltar?” Essa afirmação longe de ser uma brecha para o Espiritismo por em questão a reencarnação, é uma prova de que o amor de Deus faz maravilhas no meio do seu povo. Elias é aquele que deveria vir para preparar a vinda do Senhor, Elias foi um homem provado na […]

Teologia e Espiritualidade do Advento

À luz da liturgia da Igreja e de seus conteúdos podemos resumir algumas linhas do pensamento teológico e da vivência existencial deste tempo de graça. 1. Advento, tempo de Cristo: a dupla vinda A teologia litúrgica do Advento se encaminha, nas duas linhas enunciadas pelo Calendário romano: a espera da Parusia, revivida com os textos […]

Sentido do advento

«O Advento e o Natal experimentaram um incremento de seu aspecto externo e festivo profano tal que no seio da Igreja surge, da própria fé, uma aspiração a um Advento autêntico: a insuficiência desse ânimo festivo por si só se deixa sentir, e o objetivo de nossas aspirações é o núcleo do acontecimento, esse alimento […]

Bem-aventurado quem não se escandaliza de mim

A divindade de Cristo é o pico mais alto, o Everest, da fé. Muito mais difícil que crer simplesmente em Deus. Esta dificuldade está ligada à possibilidade e, assim, à inevitabilidade do «escândalo»: «Bem-aventurado – disse Jesus – quem não se escandaliza de mim!» (Mt 11, 6). O escândalo depende do fato que o que […]

Santa Luzia ou Lúcia

Somente em 1894 o martírio da jovem Luzia, também chamada Lúcia, foi devidamente confirmado, quando se descobriu uma inscrição escrita em grego antigo sobre o seu sepulcro, em Siracusa, Nápoles. A inscrição trazia o nome da mártir e confirmava a tradição oral cristã sobre sua morte no início do século IV. Mas a devoção à […]

Nossa Senhora de Guadalupe

Mesoamerica, o Novo Mundo, 1521: A capital do Império Azteca é derrotada pelas forças de Cortez. Menos de 20 anos depois, 9 milhðes de habitantes da terra, que professaram por séculos uma religião politeísta com cruéis sacrifícios humanos, são convertidos ao Cristianismo. O que aconteceu nestes tempos que produziram incríveis conversões e sem precedentes históricos? […]

A obra de Deus é crer naquele que ele enviou

Cristo é o objeto específico e primário do crer segundo João. «Crer», sem outra especificação, significa já crer em Cristo. Pode também significar crer em Deus, mas enquanto é o Deus que mandou seu Filho ao mundo. Jesus se volta a pessoas que crêem já no verdadeiro Deus; toda a insistência sobre a fé traz […]

O nascimento de Jesus na literatura religiosa

Desde S. Francisco de Assis, o presépio inscreve-se na história da humanidade. Resume o espírito do Natal de Jesus, a festa de um nascimento que contém o mistério da encarnação de Deus num ser humano e desvela d’Ele uma nova imagem. A literatura religiosa, olhar feliz da alma pura, luz do pensamento e expiração do […]

Se não crerdes que Eu Sou…

Um dia eu celebrava a Missa em um mosteiro de clausura. Era tempo pascal. Como passagem evangélica estava a página de João na qual Jesus pronuncia repetidamente o seu «Eu sou»: «Se não crerdes que Eu Sou, morrereis em vossos pecados… Quando tiverdes elevado o Filho do homem, sabereis que Eu Sou… Antes que Abraão […]

Christopher Hitchens e o final da evolução

Há algum tempo, um anônimo benfeitor se preocupou por fazer-me chegar como presente, da parte do editor, o ensaio do conhecido jornalista anglo-americano Christopher Hitchens, titulado «Deus não é grande»; o subtítulo é: «A religião envenena tudo» («God is not great. How religion poisons everything», Nova York 2007). Penso que não o fez com afã […]

Advento, tempo de conversão

Queridos irmãos: Ontem, solenidade da Imaculada Conceição, a liturgia nos convidava a dirigir o olhar a Maria, mãe de Jesus e nossa mãe, estrela da esperança para todo homem. Hoje, 2º domingo do Advento, ela nos apresenta a figura austera do Precursor, que o evangelista Mateus introduz com estas palavras: «Naqueles dias, apareceu João Batista, […]

Uma voz clama no deserto

Uma voz clama no deserto Uma voz clama no deserto: “Preparai o caminho do Senhor, aplainai a estrada de nosso Deus” (Is. 40,3). O profeta afirma claramente que não será em Jerusalém, mas no deserto que se realizará esta profecia, isto é, a manifestação da glória do Senhor e o anúncio da salvação de Deus […]

Quem nos criou sem nós não nos salva sem nós

Uma voz no deserto O Evangelho do II domingo de Advento, não é Jesus que nos fala diretamente, mas seu precursor, João Batista. O coração da pregação do Batista está contido nessa frase de Isaías, que repete a seus contemporâneos com grande força: «Esta é a voz daquele que grita no deserto: preparai o caminho […]

Cristãos e Novelas

Algumas vezes ouvi repetidos comentários contrários acerca das novelas televisionadas:– É sempre tudo igual!– Você já sabe que a mocinha vai sofrer horrores e no fim vai ficar com o mocinho! Contrariando as expectativas, preciso dizer: -Não é bem assim! Digo por experiência! Experiência mesmo! De quem foi telespectadora ativa na fase Malhação dos anos […]

Quem nos criou sem nós não nos salva sem nós

ROMA, sexta-feira, 7 de dezembro de 2007 (ZENIT.org).- Publicamos o comentário do Pe. Raniero Cantalamessa, OFM Cap. – pregador da Casa Pontifícia – sobre a liturgia do próximo domingo, II do Advento. * * * II Domingo do Advento [A] Isaías 11, 1-10; Romanos 15, 4-9; Mateus 3, 1-12 Uma voz no deserto O Evangelho […]
1 1.449 1.450 1.451 1.452 1.453 1.506