Sua Busca
Categoria
Ordenar por




Educar para quê? Para quem? Para onde?

Laura Martins Missionária da Comunidade Católica Shalom Pensando em educação de filhos, relembrei uma narrativahistórica escrita em um diário de uma senhora católica, mãe de dez filhos, quesentiu necessidade de derramar seu coração nos seus escritos, falando sobre suatrajetória neste “pobre exílio”. Este relato a respeito de um de seus filhosque faleceu de tétano, aos […]

Paramentos litúrgicos: função e significado

As roupas utilizadas pelos ministros sagrados nas celebraçõeslitúrgicas são derivadas das vestimentas gregas e romanas. Nosprimeiros séculos, a forma de vestir das pessoas de uma determinadaclasse social (os honestiores) foi também adotada para o culto cristão,e esta prática foi mantida na Igreja, mesmo após a paz de Constantino.Como contado por alguns escritores eclesiásticos, os ministros […]

Jesus e a ditadura da moda

Sábado. A noitece em um dos maiores shoppings da cidade.Sombras se multiplicam em movimento entre os corredores, entrando e saindo daslojas, na praça de alimentação. Ao fundo, o som de brinquedos eletrônicosmistura-se a uma “música ambiente” quase inaudível e ao barulho de milhares devozes, formando uma sinfonia ensurdecedora, que poucos chegam a perceber.Ninguém se importa. […]

Curandeiros e charlatões

“A magia, com todas as práticas conexas, é superstição, idolatria,porque toda ela é uma busca fora de Deus e das suas leis, que nãosatisfazem aquele que crê; por isso procuram-se outros caminhos, outrasleis, outras divindades que venham em auxílio”. Padre Gabriel AmorthExorcista do Vaticano Loredana, de 17 anos, tem um caderno de capa cor-de-rosa, onde […]

Deve-se ter o máximo de filhos possível?

Pe. Marie-Dominique Philippe Tocamos aí num problema de prudência familiar que deve ser resolvido pelos próprios pais, o pai e a mãe juntos tanto quanto possível, e procurando pôr-se em acordo. Lembremos que é preciso distinguir a prudência pessoal da prudência familiar. A prudência pessoal é uma virtude, infelizmente, muitas vezes incompreendida. Em linguagem coloquial, […]

A Pobreza Espiritual

No evangelho de São Lucas, Jesus diz: "Guardai-vos escrupulosamente de toda avareza, porque a vida de um homem, ainda que ele esteja na abundância, não depende de suas riquezas" (12,13). E logo depois Ele conta a parábola de um homem bastante rico que não tem onde recolher sua plantação. Esse homem, que já tem um […]

O sangue e a água

<!– /* Style Definitions */ p.MsoNormal, li.MsoNormal, div.MsoNormal {mso-style-parent:""; margin:0cm; margin-bottom:.0001pt; mso-pagination:widow-orphan; font-size:12.0pt; font-family:"Times New Roman"; mso-fareast-font-family:"Times New Roman";}@page Section1 {size:595.3pt 841.9pt; margin:70.85pt 3.0cm 70.85pt 3.0cm; mso-header-margin:35.4pt; mso-footer-margin:35.4pt; mso-paper-source:0;}div.Section1 {page:Section1;}–> Tome, portanto, o método da Lectio: leitura, meditação, oraçãoe contemplação, e usufrua da graça atual. Neste mês de junho, mês do Sagrado Coração de Jesus […]

Humor dos papas

Sério… como um Papa! Utiliza-se comumente esta expressão:sério como um Papa. Aqui, algumas palavras dos sucessores de Pedro através dosséculos fazem negar essa expressão. Confira! Clemente VI Pierre Roger entra jovem na Ordem de São Bento e torna-sebem cedo o Abade do convento de Chaise-Dieu. Certo dia, estando em Paris, aconteceuum pequeno incidente. Ele foi […]

32 Mitos litúrgicos – parte 2

Continuação: Parte 2 Mito 17: “Os fiéis podem rezar junto a doxologia e a oraçãoda paz” Não podem.   Diz o Código de Direito Canônico (Cânon 907) que “Nacelebração Eucarística, não é lícito aos diáconos e leigos proferir as orações,especialmente a oração eucarística, ou executar as ações próprios do sacerdotecelebrante.” Também a Instrução Inaestimabile Donum […]

Da noite para o dia

<!– /* Style Definitions */ p.MsoNormal, li.MsoNormal, div.MsoNormal {mso-style-parent:""; margin:0cm; margin-bottom:.0001pt; mso-pagination:widow-orphan; font-size:12.0pt; font-family:"Times New Roman"; mso-fareast-font-family:"Times New Roman";}@page Section1 {size:612.0pt 792.0pt; margin:70.85pt 3.0cm 70.85pt 3.0cm; mso-header-margin:36.0pt; mso-footer-margin:36.0pt; mso-paper-source:0;}div.Section1 {page:Section1;}–>     O cenário é deprimente. Nas ruas obscurecidas, às margens daBeira-Mar de Fortaleza, bares e boates lotam, à medida que os ponteiros apontampara cima, de […]

Não é bonito ser feio

Você já reparou o quanto se tem espargido aos quatro ventosa cultura do feio? Lançando um rápido olhar sobre as animações infantis logopodemos constatar isso. São personagens meio humanos, meio monstros;estereótipos masculinos com voz e trejeitos femininos e vice-versa. A figura dohomem e da mulher é representada na grande maioria de forma caricaturada e emalguns […]

Em Cristo Ressuscitado, o homem veste-se de vida

Cristo Ressuscitou Aleluia, Verdadeiramente ressuscitou! Aleluia! É o próprio São Paulo quem diz: “ Se Cristo não tivesse ressuscitado dos mortos, vã era a nossa fé.” Mas como Cristo ressuscitou dos mortos, nós somos os mais felizes de todos os homens. Porque na ressurreição de Cristo, nós temos a plenitude da vida, e por isso […]

Quaresma: caminharmos com Jesus nas fontes da vida

Homilia do Padre Antônio Furtado no 2º Domingo da Quaresma de 2009 Estamos na quaresma, tempo de especial  treinamento espiritual, caminhamos com Jesus para reverenciarmos na semana santa o mistério da paixão, morte e ressurreição de Cristo.  A cada dia, todos os que estão levando a sério este tempo,  especialmente por meio da liturgia e […]

A Perseguição aos primeiros cristãos

Melitão, bispo de Sardes, cidade da Ásia Menor, escreveu uma cartapara o imperador Marco Aurélio defendendo os cristãos perseguidos.Nesta carta, ele fala da providencial coincidência entre o nascimentodo Império e o aparecimento do cristianismo. Jesus nasceu quandoAugusto era imperador, e pregou no reinado de Tibério. A rápidaexpansão do cristianismo se deveu principalmente à unificação da […]

A conversão segundo São Paulo

1. Justificados pela fé em Cristo Na vez passada, buscamos aquecer de nossa fé em Cristo no contato com a fé do evangelista João; desta vez buscaremos fazer a mesma coisa no contato com a fé do apóstolo Paulo. Quando S. Paulo, em Corinto, nos anos 57-58, escreveu a Carta aos Romanos, devia estar ainda […]

No Natal entre o velho e o Novo

No Natal entre o velho e o Novo Estamosàs vésperas de mais um Natal, festa que foi transformada pouco a poucoem mero período para esquentar vendas no comércio e oportunidade parase fazer atos de solidariedade, que não poucas vezes, funcionam comodesencargo de consciência frente aos inúmeros omitidos nos últimos onzemeses. Poreste período a cor da […]
1 19 20 21 22 23