Sua Busca
Categoria
Ordenar por




Lugar deserto – o pastoreio

Dom José Alberto Moura Jesus convida os discípulos para irem com ele a um lugar desertopara descansarem (Cf. Mc 6, 31). O povo era como ovelhas sem pastor. Otrabalho no meio dele era intenso. Sem o descanso, seria difícil levara efeito a missão de orientá-lo O pastoreio requer energia suficiente. O desafio do Mestre é […]

Deus nos fez comunidades

André Soares Cardoso A essência do homem é Deus. Fomos criados à sua imagem e semelhança e por conseguinte, apresentamos características básicas e infusas dessa filiação. Desenvolvemos aspectos intrínsecos que o Criador quis que herdássemos d’Ele próprio, como sinal da semelhança divina. Um desses pontos no qual vamos nos deter é a unidade, mola propulsora […]

O relacionamento dos pais com a escola

Maria Auristela B. AlvesComunidade Shalom A segmentação da pessoa humana e da sociedade levou a uma cisão entre as pessoas e as instituições. Assim, aquilo que antes era complementação e reciprocidade foi tomando distância. A escola, que antes era responsável basicamente pela transmissão dos conhecimentos sistematizados ao longo da história humana foi tomando o papel […]

Encíclica “Caritas in Veritate” – Cap 6 e Conclusão

CARTA ENCÍCLICA CARITAS IN VERITATE DO SUMO PONTÍFICE BENTO XVI CAPÍTULO VI O DESENVOLVIMENTO DOS POVOS E A TÉCNICA 68. O tema do desenvolvimento dos povos está intimamente ligado como do desenvolvimento de cada indivíduo. Por sua natureza, a pessoahumana está dinamicamente orientada para o próprio desenvolvimento. Nãose trata de um desenvolvimento garantido por mecanismos […]

Encíclica “Caritas in Veritate” – Cap 5

CARTA ENCÍCLICA CARITAS IN VERITATE DO SUMO PONTÍFICE BENTO XVI CAPÍTULO V A COLABORAÇÃO DA FAMÍLIA HUMANA 53. Uma das pobrezas mais profundas que o homem pode experimentar éa solidão. Vistas bem as coisas, as outras pobrezas, incluindo amaterial, também nascem do isolamento, de não ser amado ou dadificuldade de amar. As pobrezas frequentemente nasceram […]

Encíclica “Caritas in Veritate” – Cap 4

CARTA ENCÍCLICA CARITAS IN VERITATE DO SUMO PONTÍFICE BENTO XVI CAPÍTULO IV DESENVOLVIMENTO DOS POVOS, DIREITOS E DEVERES, AMBIENTE 43. « A solidariedade universal é para nós não só um facto e umbenefício, mas também um dever »[105]. Hoje, muitas pessoas tendem aalimentar a pretensão de que não devem nada a ninguém, a não ser […]

Por que o Cristo é rejeitado?

O evangelista Marcos no capítulo 6, 1-6, nosrecorda como os concidadãos de Jesus, habitantes de Nazaré, o rejeitaram ,fecharam-lhe a porta. E ele se afastou da sua cidade, admirado e triste com asua incredulidade.   Desaprovamos o comportamento dos nazarenos, mas ao mesmotempo compreendemos que tantos em todos os tempos têm rejeitado o Senhor.   […]

Encíclica “Caritas in Veritate” – Cap 3

CARTA ENCÍCLICA CARITAS IN VERITATE DO SUMO PONTÍFICE BENTO XVI CAPÍTULO III FRATERNIDADE, DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO E SOCIEDADE CIVIL 34. A caridade na verdade coloca o homem perante a admirávelexperiência do dom. A gratuidade está presente na sua vida sobmúltiplas formas, que frequentemente lhe passam despercebidas por causaduma visão meramente produtiva e utilarista da existência. O […]

Eu vi o Senhor no Shalom

Louvor, muito louvor e gratidão é o que osobe aos céus nesse dia 9 de Julho, dia de aniversário de Comunidade Shalom.Fico imaginando a tamanha alegria e gratidão nos corações dessa grande famíliaespalhada por tantos lugares, países, continentes. Fico imaginado quantasmilhares de pessoas ao longo desses 27 foram alcançadas por Jesus atravésdesses vasos de argilas […]

Encíclica “Caritas in Veritate” – Cap 2

CARTA ENCÍCLICA CARITAS IN VERITATE DO SUMO PONTÍFICE BENTO XVI CAPÍTULO II O DESENVOLVIMENTO HUMANO NO NOSSO TEMPO 21. Paulo VI tinha uma visão articulada do desenvolvimento. Com otermo « desenvolvimento », queria indicar, antes de mais nada, oobjetivo de fazer sair os povos da fome, da miséria, das doençasendêmicas e do analfabetismo. Isto significava, […]
1 666 667 668 669 670 735