Institucional

Papa confirma que irá a Filadélfia para o Encontro Mundial das Famílias

comshalom

francisco

Na manhã desta segunda-feira, 17/11, o Papa Francisco participou da primeira sessão do Simpósio Inter-religioso internacional sobre o tema “A complementaridade entre homem e mulher”. Os trabalhos, em andamento na Sala Paulo VI, foram abertos pelo promotor do encontro, o Card. Gerhard Müller, Prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé. Na ocasião, o Pontífice confirmou que irá a Filadélfia (EUA) em setembro de 2015 onde participará do VIII Encontro Mundial das Famílias.

Dirigindo-se aos participantes, Francisco iniciou frisando que a complementaridade, base do matrimônio e da família, é uma grande riqueza, bem e beleza. Já na 1ª Carta de São Paulo aos Coríntios consta que homem e mulhesão como ‘membros do corpo humano que se completam’.

A meditação que vocês realizam abrange as ‘harmonias’ que estão no centro de toda a Criação. A ‘harmonia’ é a palavra-chave para entender a complementaridade”, frisou.

Lugar principal onde começar a respirar valores e ideais e realizar potenciais de virtude e caridade, a Família é também lugar de tensões, mas igualmente lugar onde resolver tensões. Hoje, matrimônios e famílias estão em crise. Cada vez mais pessoas renunciam ao matrimônio como compromisso público. Esta revolução do costume e da moralidade é frequentemente interpretada como ‘liberdade’, mas causa devastação espiritual e material a inúmeros seres humanos, especialmente os mais vulneráveis. E o declínio da cultura do matrimônio é associado ao aumento da pobreza e a uma série de problemas sociais que atingem de modo desproporcional mulheres, crianças e idosos. São sempre eles os que mais sofrem com esta crise, que originou a ‘crise da ecologia humana”.

A este ponto, o Papa fez uma crítica à lentidão da Igreja:

A humanidade compreendeu a necessidade de enfrentar aquilo que constitui uma ameaça aos nossos ambientes naturais; somos lentos, inclusive em nossa cultura católica, em reconhecer que nossos ambientes sociais estão em risco. É necessário promover uma nova ecologia humana e fazê-la progredir”.

Francisco pediu aos relatores e participantes que dêem ressalto, no âmbito dos debates, a outra verdade sobre o matrimônio: “que o compromisso definitivo com a solidariedade, a fidelidade e o amor fecundo atende aos anseios mais profundos do coração humano”.

Improvisando, o Papa acrescentou que os jovens devem ser revolucionários e ter coragem de procurar um amor forte e duradouro; devem ir contracorrente. E advertiu: “Não podemos ser rotulados com conceitos ideológicos. Não se pode falar hoje da ‘família conservadora’ ou de ‘família progressista’: família é família; tem uma força em si”.

Que este encontro possa ser fonte de inspiração para todos os que sustentam e reforçam a união do homem e da mulher no matrimônio como um bem único, natural, fundamental e belo para as pessoas, as famílias, as comunidades e as sociedades”, concluiu.

 

Fonte: Rádio Vaticano

Clique aqui e participe com a Comunidade Shalom

filadelfia


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *