Igreja

Papa nomeia novo bispo para a Diocese de Humaitá, no Amazonas

Nesta quarta-feira (12), Francisco aceitou a renúncia da diocese de Humaitá, no Amazonas, apresentada por dom Meinrad Franz Josef Merkel, nomeando padre Antônio Fontinele de Melo como novo bispo do governo pastoral local.

O Papa Francisco aceitou a renúncia ao governo pastoral da Diocese de Humaitá, no Amazonas, apresentada por dom Meinrad Franz Josef Merkel. Nesta quarta-feira (12), o Pontífice também nomeou o novo bispo para a diocese, padre Antônio Fontinele de Melo, do clero da arquidiocese de Porto Velho, até agora pároco da Catedral Sagrado Coração de Jesus e ecônomo arquidiocesano.

Padre Antônio, pároco diocesano e ecônomo arquidiocesano

Padre Antônio Fontinele de Melo nasceu em 9 de maio de 1968 em Camocim, no Ceará. Frequentou os cursos de Filosofia e Teologia no Seminário São João XXIII, em Porto Velho, obtendo o reconhecimento dos títulos, respectivamente, na Universidade Católica de Brasília e no Centro Superior de Juiz de Fora, em Minas Gerais. Além disso, fez especialização em Metodologia Educativa e Sagrada Escritura.

Em 18 de setembro de 1999 foi ordenado sacerdote na Arquidiocese de Porto Velho. Durante o ministério sacerdotal, desempenhou os seguintes cargos: reitor do Seminário Menor Dom Helder Câmara (1999-2005); pároco de São Cristóvão (1999-2013); presidente dos presbíteros junto ao Regional Noroeste da CNBB; coordenador da Pastoral da Arquidiocese de Porto Velho (2005-2010); assessor para as comunidades eclesiais de base do Regional Noroeste da CNBB e também foi professor no Seminário Maior São João XXIII da Arquidiocese de Porto Velho, no Centro Universitário Claretiano e na Faculdade de Rondônia, a FARO.

Atualmente, então, era ecônomo arquidiocesano e pároco diocesano da Catedral Sagrado Coração de Jesus, que fica no bairro Caiarí, em frente à prefeitura de Porto Velho, em Rondônia.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *