Formação

Prática da fé

comshalom

Dom José Alberto Moura

Muitosse assustam com o ideal de vida apresentado por Jesus. Até que aceitamser religiosos no sentido de ter uma crença e fazer alguns atosdevocionais. Assumir para valer determinadas propostas e certospreceitos da religião torna-se um bloqueio e se traduz na rejeiçãoprática dos mesmos. Quer-se o "bônus" mas não o "ônus", ou seja,aderem-se aos benefícios da fé mas não aos compromissos com a mesma.Criticam-se as faltas de "atualização" ou o amoldar-se com os desejosmotivados no consumismo e no materialismo.

Mesmona ordem do comando político se diz: "O Estado é laico e não deveaceitar a interferência da religião". Há muito equívoco nesta postura.O laico não poder confundir-se com o laicismo. O primeiro significa aneutralidade para se encaminhar a coisa pública sem privilegiar uma ououtra religião, mas defendendo a ética, a moral e as qualidades dasreligiões. O laicismo é a posição ideológica do materialismo, que nãoaceita os valores religiosos e culturais influenciados pelas religiões.O laicismo é a traição do governo do povo, que é religioso, nos seusdiferentes valores.

Éo querer impor o materialismo para todos. É uma espécie dereligiosidade perversa, passando-se por cima dos valores das religiões,que são cheias de ética e benefício social. O povo elege seusgovernantes e tem direito de que eles o sirvam. Se isto não acontece, omesmo povo tem o direito de tirá-los do poder, dentro da lei e daética, com o direito de colocar outros que realmente o representem,inclusive em suas religiões. A atualização do ensino sobre verdades dafé não significa mudar as mesmas verdades.

Incorreríamosna relativização das mesmas verdades. Ou há verdade ou não há, doa aquem doer. O caminho de Jesus, de fato, é o mais exigente como idealproposto. Mas é também o mais misericordioso no seu encaminhamento ejulgamento. Ele propõe a perfeição como a de Deus, a ser buscada portodos. Cada um vai fazer o esforço maior possível para se aproximard’Ele. Não é porque alguém não consegue atingi-Lo integralmente que nãová buscar estar mais perto d’Ele. Não é porque alguém não consegue asaúde ideal que não vá se apresentar a mesma com o esforço de todospara consegui-la.

Nãoé o dado estatístico, ou seja, o número dos que conseguem ou não vivero ideal cristão proposto que vai condicionar o valor a se buscar comometa e consequente esforço de busca. Nessa perspectiva, por exemplo,não é porque o índice de criminalidade é grande que vamos modificar alei para permitir a criminalidade. A prática da fé encontra solidez eresultado eficaz quando a pessoa a procura de modo consequente eresponsável. Só assumir uma fé em que se busque a Deus por interessesmateriais, psicológicos e pessoais, é encará-la de modo puramentevertical ou intimista.

Afé comprometida com a realização do projeto de Deus leva a pessoa amanifestar plena confiança no Criador, mas também a se empenhar acolocar em prática seus mandamentos, que levam a pessoa fiel a realizaro bem do semelhante, a ponto de dar de si para uma convivência justa,fraterna e solidária. "Quem diz ‘Eu conheço a Deus’, mas não guarda osseus mandamentos, é mentiroso, e a verdade não está nele" (1 Jo 2, 4).


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *