Mundo

Primeiras Comunhões atraem milhares de fiéis na Índia

O Arcebispo de Cuttack-Bhubaneswar, Índia, Dom John Barwa, presidiu a celebração das primeiras comunhões de 34 crianças na solenidade da Divina Misericórdia, no dia 23 de abril. Mais de três mil fiéis, 10 sacerdotes e 20 religiosas acompanharam aos pequenos, oriundos do estado onde se produziram os mais graves fatos de perseguição anticristã em 2008.

Dom Barwa destacou a Eucaristia como “o mais excepcional de todos os sacramentos” em sua homilia. “Os outros sacramentos contêm dons de Deus, mas a Santa Eucaristia contêm a Deus mesmo. Deus amou tanto ao mundo a ponto de enviar-nos o seu Filho Jesus Cristo e fez que ele permanecesse sempre conosco através da Sagrada Comunhão”, segundo informou a agência de notícias ‘AsiaNews’.

As religiosas encarregadas da catequese dos infantes destacaram o caminho que preparou aos aspirantes ao seu encontro sacramental com Jesus Cristo. “Plantamos neles sementes da Fé e temos oferecido aos estudantes as ferramentas, a informação e os meios práticos para crescer nela. Temos ajudado as crianças a entender o que significa receber o corpo e o sangue de Cristo”, comentou a Irmã Divya. “Nossa esperança é que seu conhecimento e sua Fé possa aumentar com o correr dos anos, de modo que quando sejam adultos possam continuar fazendo-os seus em seus corações”.

O pároco local, Padre Prasanna, acompanhou a formação das crianças e verificou pessoalmente sua preparação através de um exame. O sacerdote recordou que a ênfase da celebração deve ser a sacralidade do fato mesmo, mais que a festa familiar. “A Primeira Comunhão deve ser um momento belíssimo e memorável”, comentou. “O verdadeiro ponto central deste dia santo deve continuar sendo o sacramento mesmo, posto que os pequenos são recebidos na mesa do Senhor”.

Fonte: Gaudium Press

 


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *