Notícias

Projeto Shalom Amigo dos Pobres encaminha pessoas para tratamento em comunidades terapêuticas

Assumindo a missão de ir ao encontro da população de rua desprovida de cuidado, os missionários da Comunidade Católica Shalom se organizaram para oferecer os serviços de higiene e alimentação, além de disponibilizar locais de acolhida durante a quarentena.

O Projeto Shalom Amigo dos Pobres, que surgiu em caráter emergencial para cuidar dos irmãos em situação de rua, encontra a cada dia, no rosto daquele que precisa de ajuda, uma nova maneira de realizar a sua missão de evangelizar e amar.

Uma sadia inquietação e um novo projeto

Nascido como uma inspiração do coração de Deus para a Comunidade Católica Shalom, o Projeto veio dar uma resposta às seguintes indagações: Como os irmãos em situação de rua farão para se proteger da covid-19? Não existirá isolamento para eles?

Assumindo a missão de ir ao encontro desta população desprovida de cuidado, os missionários da Comunidade Shalom, junto com voluntários do Projeto, se organizaram para oferecer os serviços de higiene e alimentação, além de disponibilizar locais de acolhida.

Mas tudo isso, você que já ouviu falar do Projeto Shalom Amigo dos Pobres, já sabia! Mas como a missão se expande à medida em que é abraçada, os missionários se depararam com muitas outras necessidades destes irmãos que vinham utilizar os serviços oferecidos.

Relatos do cotidiano

Thacio Romano, missionário da Comunidade de Vida Shalom, conta que dentre suas muitas experiências em conversas com os irmãos assistidos pelo Projeto, sentiu-se especialmente inquieto com o testemunho de um rapaz.

Conversando com este irmão, descobriu que ele estava há pouco mais de um mês na rua, pois sua situação financeira sofreu um grande impacto por causa da pandemia. Ele também sofria com o problema da dependência química.

Thacio conta que depois de um tempo de conversa, ofereceu àquele homem, o abrigo temporário do Projeto Shalom Amigo dos Pobres. O missionário foi surpreendido pela seguinte resposta: “Eu não queria só um abrigo, eu queria ser tratado da minha dependência química”.

Mas afinal, o que fazer para ajudá-lo?

O missionário, diante da necessidade real daquele irmão, começou a pensar no que poderia fazer para ajudá-lo. Ele foi até uma outra pessoa do Projeto e contou toda a história, esta pessoa sugeriu que ele entrasse em contato com a Obra Lumen, que realiza um trabalho com pessoas nesta situação.

E foi assim que este irmão viu cumprir-se na sua vida, a palavra do Evangelho de Mateus: “Pedi e recebeis, buscai e encontrareis. Batei e vos será aberto (Mt 7, 7)”. A Obra Lumen introduziu aquele rapaz num tratamento para a sua dependência. E a missão do Projeto Shalom Amigo dos Pobres se expandiu! E não parou por aí!

A missão aumentou…

As necessidades e os irmãos carentes de uma ajuda mais específica continuavam aparecendo. Foi então que a Obra Lumen em parceria com a Fazenda Esperança disponibilizou, a princípio, 30 vagas para os interessados em obter ajuda em uma comunidade terapêutica. As vagas foram disponibilizadas em diferentes casas, incluindo unidades no Maranhão e no Piauí.

Hoje, o Projeto Shalom Amigo dos Pobres já encaminhou 48 pessoas para o tratamento de dependência química. Dentre esses, 24 irmãos foram acolhidos pela Fazenda Esperança, 22 pela Obra Lumen, 1 mulher pela Fazenda Esperança feminina e 1 adolescente pela Casa São Pio da Comunidade Shalom. Uma verdadeira prova da manifestação da providência de Deus que alarga o sentido da missão.

Thacio Romano conta que o Projeto, que também tem o suporte de irmãs que são assistentes sociais, foi encontrando portas abertas à medida que dava passos em direção às necessidades daquelas pessoas. “Deus queria nossa iniciativa! A parceria com a Fazenda da Esperança e a Obra Lumen foi uma porta aberta, uma confirmação de que Deus queria que ajudássemos estes irmãos, e Ele nos dava os meios”.

A emoção de ser suporte na hora certa

O missionário também conta um outro testemunho que o tocou muito, de um jovem de 21 anos que foi encaminhado para uma casa no Maranhão, onde fará o tratamento por um ano.

“Ele me disse que tinha duas filhas e não queria que as meninas conhecessem o pai desta forma. Ele me pediu que tirasse uma foto dele com meu celular e afirmou que esta será uma prova do ‘antes e depois’ que ele viverá. Ele disse que após terminar seu tratamento, me procurará para que eu veja sua mudança”, conta Thacio, ainda emocionado com a situação.

Ele segue explicando que ajudou este jovem em todo o processo de triagem, documentação e exames necessários para admissão na comunidade terapêutica.

A missão continua…

Com a alegria de tocar a vida dos mais pobres e ver como a graça de Deus os lança à missão, os membros do Projeto Shalom Amigo dos Pobres continuam encontrando, a cada dia, em cada serviço, provas de que a evangelização não pode parar.

____________

Saiba como ajudar o Projeto clicando [AQUI]


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *