Formação

Se a vossa justiça não for maior…

comshalom

<!– /* Style Definitions */ p.MsoNormal, li.MsoNormal, div.MsoNormal {mso-style-parent:""; margin:0cm; margin-bottom:.0001pt; mso-pagination:widow-orphan; font-size:12.0pt; font-family:"Times New Roman"; mso-fareast-font-family:"Times New Roman";}@page Section1 {size:595.3pt 841.9pt; margin:70.85pt 3.0cm 70.85pt 3.0cm; mso-header-margin:35.4pt; mso-footer-margin:35.4pt; mso-paper-source:0;}div.Section1 {page:Section1;}–>

José Ricardo F. Bezerra

Missionário da Comunidade Católica Shalom em Fortaleza

 

Como sempre temos feito, iniciemos pedindo o auxílio doEspírito Santo: “Ó vinde Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis,acendei neles o fogo do vosso amor. Enviai, Senhor, o vosso Espírito, e tudoserá criado e renovareis a face da terra”. Oremos: “Ó Deus que instruístes oscorações dos vossos fiéis com a luz do Espírito Santo, fazei que apreciemosretamente todas as coisas segundo o mesmo Espírito e gozemos sempre de suaconsolação. Por Cristo Senhor nosso. Amém”.

O objetivo desta seção é levá-lo a ler, meditar e orar com aPalavra de Deus. Por isso utilizamos o antigo e comprovado método da LectioDivina que consiste em quatro passos: leitura, meditação, oração e contemplação.Para lermos bem, precisamos de atenção e paciência. De uma boa leituraencontramos muito em que meditar, confrontando nossa vida com a Palavra lida. Aoração deve ser uma (con)seqüência da meditação. Como não louvar, bendizer eagradecer a Deus pelo que ele nos falou? Deste diálogo orante a graça de Deus olevará à contemplação dos seus mistérios.

Dentro da inesgotável riqueza da Bíblia, em cada leitura emeditação podemos sempre encontrar algo novo. Tomemos este mês o Evangelhosegundo São Mateus, capitulo 5, versículos 20 e seguintes e façamos uma Lectiocom ele. Leia com atenção pelo menos duas vezes os versículos 20 ao 48. Releiaagora apenas o primeiro versículo deste trecho: “Se a vossa justiça não formaior que a dos escribas e fariseus, não entrareis no Reino dos Céus” (Mt5,20). Será que Jesus nos faz um pedido impossível?

Para entender melhor o que Jesus nos pede precisamos saber oque é a justiça e quem eram os escribas e fariseus.

Segundo o Catecismo da Igreja Católica “A justiça é a virtudemoral que consiste na vontade constante e firme de dar a Deus e ao próximo oque lhes é devido. A justiça para com Deus chama-se "virtude dereligião". Para com os homens, ela nos dispõe a respeitar os direitos decada um e a estabelecer nas relações humanas a harmonia que promove a equidadeem prol das pessoas e do bem comum. O homem justo, muitas vezes mencionado nasEscrituras, distingue-se pela correção habitual de seus pensamentos e pelaretidão de sua conduta para com o próximo” (CIC 1807).

Você tem dado a Deus o que lhe é devido? E quanto aosoutros, sua família, seu trabalho, a Sociedade, o Governo, você está sendojusto com eles? Medite sobre isso. 

E quem eram os escribas e fariseus? Segundo a nota de rodapéda Bíblia de Jerusalém (Mt 2,4), “os escribas, também chamados de “doutores dalei” ou ainda legistas, tinham a função de intérpretes das Escrituras,particularmente da Lei mosaica, para tirar daí as regras de comportamento davida judaica. Esse papel lhes assegurava prestígio e influência no seio dopovo. Eram recrutados sobretudo, embora não exclusivamente, dentre os fariseus.Juntamente com os chefes dos sacerdotes e com os anciãos, constituíam o GrandeSinédrio”. Já os fariseus, conforme a nota de Mt 3,7, era uma seita judaicaconstituída por observantes zelosos da Lei, muito apegados à tradição oral dosseus doutores, o que os levava a uma casuística cheia de excessos e afetação.

Os escribas e fariseus eram, portanto, os que mais conheciama Lei de Moisés. Mas o problema era que eles não a colocavam em prática comoJesus nos alerta em Mt 23,1-36. Nesta passagem ele recrimina duramente osescribas e fariseus por suas hipocrisias: “Fazei e observai tudo quantodisserem. Mas não imiteis as suas ações, pois dizem, mas não fazem” (Mt 23,3).Então agora dá para se entender melhor por que Jesus nos pede para quesuperemos a justiça dos escribas e fariseus. Não basta conhecer a Palavra deDeus. O mais importante é colocá-la em prática.

Que tal meditar sobre a coerência? Reveja o trecho de Mt 5,20-48,confrontando-o com a sua vida. O Evangelho, “a nova Lei” é superior e maisexigente que a Lei dada a Moisés. Não basta mostrar uma bela aparência decumpridor exterior da Lei, pois a Deus ninguém engana. Ele conhece e vê ointerior do homem e suas intenções. Jesus resumiu toda a Lei em um mandamento:Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo. E na Carta aosRomanos São Paulo vai confirmar: “Quem ama o outro cumpriu toda a Lei” (Rm13,8). Como está o seu amor a Deus e ao próximo?

Após a leitura e meditação a Lectio nos propõe a oração.Inicie-a pedindo humildemente perdão por todas as suas injustiças para com Deuse para com o próximo. Reconheça diante de Deus as vezes em que não foiverdadeiro em suas ações. Renuncie a toda hipocrisia e falsidade. Seguindo otexto, vá pedindo ao Senhor a graça da reconciliação com os irmãos (v. 21-26),da castidade no olhar (v. 27-30), da fidelidade conjugal (v. 31-32), do cuidadonas palavras (v.33-37), da generosidade para com os necessitados (v. 38-42) ede um coração como o do Pai celeste (v. 43-48). Não se prenda a esta sugestão.Continue orando conforme o Espírito o mover…

Permaneça o tempo que for necessário para que Deus completea Obra que Ele deseja fazer em sua vida. “Perca tempo” com o Senhor para ganharmuitas graças que Ele quer lhe cumular. Contemple sua história da salvação ereveja de onde o Senhor lhe resgatou e as maravilhas que já fez. Ele tem muitomais, mas muito mais mesmo para você…

Ao final de sua Lectio, tome seu caderno de oração e anoteas principais graças que o Senhor lhe concedeu hoje. Como o testemunho éimportante, partilhe com seus irmãos e irmãs esta obra de Deus em sua vida.

Até a próxima!

Shalom!

 


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *