Shalom

Shalom Amigo dos Pobres ajuda homem a sair das ruas no Rio de Janeiro

Depois de três anos, Antônio conseguiu sair das ruas, começar a trabalhar e vencer o vício do alcoolismo

comshalom

Depois de três anos vivendo nas ruas do Rio de Janeiro, Antônio Carlos Valério, de 35 anos, começa agora uma nova vida. Ajudado pelo Projeto Shalom Amigo dos Pobres, Antônio conseguiu se inscrever para pernoitar no Hotel Acolhedor, do governo do estado, e hoje trabalha revendendo doces gourmet no Largo do Machado. Com a renda do empreendimento, Antônio quer alugar um quarto e consolidar a nova vida.

>> Seja um benfeitor e ajude o Shalom Amigo dos Pobres

“A minha vida está mudando graças a Deus, à minha força de vontade e à Comunidade Shalom. Isso aí eu vou ser grato para o resto da minha vida. Ainda falta muitas coisas, mas o principal foi eu parar de beber. Hoje eu estou trabalhando, tenho a minha barraquinha e, se Deus quiser, eu vou conseguir ampliar”, diz Antônio.

O Projeto Shalom Amigo dos Pobres tem a missão de evangelizar e socorrer pessoas em situação de rua. No Rio de Janeiro, o projeto promove semanalmente um café da manhã na praça do Largo do Machado. “O café de fato não é o fim do nosso projeto, ele é só um meio para a gente sentar, conversar, conhecer a história de vida dos irmãos em condição de rua e fazer amizade com eles. A gente busca que cada membro do ministério crie laços com algumas pessoas em condição de rua”, explica Camilla Sousa, membro da Promoção Humana do Shalom Rio.

Missionárias conhecem o Hotel Acolhedor

E foi em uma dessas ações que os missionários do Rio de Janeiro conheceram Antônio. “Ele chegava todo sábado no café, sempre estava limpo, mas bêbado. Ele tinha dependência ao álcool. A gente foi se aproximando dele, conhecendo sua história de vida, demonstrando interesse. E ele foi se abrindo e se tornando nosso amigo”.

Pelos laços de amizade, os missionários conseguiram ajuda-lo a combater o vício do álcool e já são quatro meses de sobriedade. Hoje, Antônio é considerado um dos voluntários do projeto. Ele continua aparecendo todos os sábados no café, mas agora com o desejo de servir e ajudar outras pessoas. “No Halleluya Solidário, ele estava nos ajudando a organizar as roupas. Ele se tornou um voluntário, faz parte do ministério. Há poucos dias ele disse assim: ‘Hoje faz quatro meses que só por hoje eu não bebo, só por hoje eu não coloco um gole de bebida alcoólica na boca’. Realmente ele é outra pessoa sóbrio”, celebra Camilla.

Antônio se tornou um voluntário do Projeto Amigo dos Pobres

Projeto Shalom Amigo dos Pobres

O projeto Shalom Amigo dos Pobres surgiu durante a pandemia de Covid-19 em 2020. A ação, promovida pela Comunidade Católica Shalom, começou em Fortaleza com o objetivo de oferecer apoio e assistência às pessoas em situação de rua.

Assim como Antônio, outras pessoas em situação de rua tiveram a oportunidade de mudar de vida por meio desses serviços disponibilizados pelo Shalom Amigo dos Pobres, que se preocupa ainda com a reinserção social de cada pessoa que é acolhida durante as ações. Entre os testemunhos daqueles que usufruíram dos serviços, é possível encontrar pessoas que foram encaminhadas para comunidades terapêuticas, que conseguiram um emprego e que reataram os laços com a família.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado.