Formação

Viva a Esperança que não decepciona!

comshalom

1379661_563317353744931_731423835_nAmados irmãos e irmãs, o Advento é um tempo de Esperança, Esperança de mudar o mundo com a graça e o amor de Deus. Mas, para que haja em nós a virtude da Esperança, é necessário aprender que não devemos esperar nada dos homens, mas somente de Deus. Deus não será esperança se nós não crermos de verdade em Seu amor que vem nos salvar. Precisamos, com convicção, crer nesse amor de Deus, crer que Ele veio para nos salvar. É aí que se abrem as portas para o dom da Esperança. E para abrir as portas para Esperança no Advento, o primeiro passo é a vigilância.

Se nossa passagem neste mundo é como estar acordado uma noite inteira vigiando e esperando, enquanto a maioria dorme, é preciso fazer um esforço para ficarmos acordados, assim veremos o Sol nascente vindo nos visitar, mudando a nossa história e nos fazendo ver um novo horizonte de luz e vida, como nunca se viu na história da humanidade.

A atitude de vigilância nesse Advento nos permitirá lançar um novo olhar para Aquele que nos fala ao coração. Assim, na expectativa da vinda do Senhor, seremos iluminados pela luz de Sua misericórdia, pela luz da Verdade que apaga dos nossos corações todo egoísmo e orgulho.

Esperemos o Senhor que vem. Preparemo-nos para o Seu encontro. Despojemo-nos das obras das trevas, e permitamos que o Doce Hóspede da alma nos converta, nos santifique, nos faça crescer no amor.

Na fé que vence o mundo, anunciando com alegria o Senhor que vem, busquemos, na penitencia, no jejum, na ascese e no amor, reconstruir em nós o que o pecado destruiu. Lutemos contra o comodismo, os vícios, as inclinações para o pecado; mergulhemos nesse Tempo de graça, no qual Deus continua realizando Suas promessas.

Como o profeta Isaías, anunciemos aos homens de todas as raças, povos e línguas a chegada do Messias, preparando-lhes os caminhos, como fez João Batista. Com disponibilidade e convicção, sejamos instrumentos nas mãos de Deus como foi Maria, cooperando com a obra da Redenção.

Recordemo-nos que a Palavra Eterna pronunciada para sempre, também se faz música na nossa história de fé.  Se de fato a finalidade da Encarnação é a Redenção do ser humano, o nosso canto expressa o que na esperança celebramos: o presépio, o Menino Jesus, as luzes e flores, os sinos e confraternizações! Sendo assim, esperamos que todas as celebrações com suas músicas e cânticos, resgatem o verdadeiro sentido cristão. E que a expectativa do Natal nos faça experimentar, na simplicidade, fraternidade e solidariedade, que somos peregrinos e que não estamos sós, que estamos a caminho pelas estradas da vida, diante do já e do ainda não. Não deixemos a Graça de Deus passar sem que transforme nossas vidas e nossos corações. Que a penitência do Advento nos tire de nosso marasmo de pecado e faça nascer em nós a verdadeira esperança.

Caminhando com Maria, nossa melhor companheira de viagem nesse Advento, vivamos com ela esse tempo de expectativa, na singeleza, na paciência, com intensidade e no amor que brota do coração de Mãe, prestes a dar ao mundo a luz da Salvação.

Abençoado advento para todos nós!

 

Na Esperança que não decepciona,

Pe. Roberto Júnior
Diocese de Garanhuns


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *