Shalom

4 experiências de evangelização inusitadas

Qual loucura e ousadia já usou para evangelizar hoje?

comshalom

Existem milhares de forma de apresentar Jesus a uma pessoa. Das mais simples às mais inusitadas. O importante é deixar a vergonha de lado e ser guiado pelo Espírito Santo, porque pessoas apaixonadas por Jesus sempre encontram uma maneira de falar do motivo da sua paixão e alegria.

Foi o que aconteceu com a missionária de Cabo Verde, Ana Patrícia dos Santos Nascimento, ao abordar duas jovens que não conhecia e que partilhavam de uma decepção amorosa, disse que tinha alguém para apresentar para as meninas: um “homem dos sonhos”. Elas foram se interessando e desejando conhecer essa pessoa. “Eu fui fazendo suspense, dizendo que o nome dele começava com J. Mas logo abri o jogo e contei que o único que poderia saciar todas as expectativas delas era Jesus”.

Tem quem ainda utiliza da “cara de pau” para abordar alguém em uma evangelização. “Costumo chegar para a pessoa e dizer ‘ei você é parente do fulano do Shalom?’ Aí a pessoa nega, diz que nem sabe o que é Shalom e aí eu começo a evangelização”, relata o missionário de São Luís, Allan Robison.

Para falar dAquele que é o motivo da grande alegria da nossa vida, o missionário de Fortaleza, Rafael Moreira, até deu aulas de dança na praça. “Vi um casal tentando dançar na praça, e o rapaz tinha que conduzir a moça. Cheguei e disse que sabia uns passos de forró, ela logo pediu para que eu ensinasse ele. E assim, dançando e conversando com eles, comecei a evangelizar”, relata.

Tem quem dance e tem também quem aprende a nadar só para evangelizar. “Eu quis aprender para evangelizar um jovem que é mergulhador. O conheci num aniversário e me disseram que ele era mergulhador. Ao falar com ele, ele não me deu muita atenção. Quando disse que queria muito mergulhar, o assunto começou a fluir, mas disse que tinha um problema: eu não sabia nadar. Aí ele se dispôs a me ensinar e houve aí uma abertura”, conta o missionário José Mateus.  E você, qual loucura e ousadia já usou para evangelizar hoje?

Lydiana Rossetti


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *