Notícias

5 dicas para fazer um “detox” digital e reduzir a dependência do celular

Um estudo recente da plataforma Dscout estimou que damos em média 2.617 toques por dia em nossos smartphones.

comshalom
Adultos passam cerca de 8 horas e 41 minutos por dia diante de algum tipo de tela (Foto: Lisa Fotios / Pexels)

As telas se tornaram tão constantes em nossa vida que temos dificuldade em mensurar sozinhos quanto tempo gastamos com celulares, computadores, tablets e televisores. Um estudo recente da plataforma Dscout estimou que damos em média 2.617 toques por dia em nossos smartphones. Já um estudo britânico constatou que adultos passam cerca de 8 horas e 41 minutos por dia diante de algum tipo de tela. Não parece um hábito saudável…

De fato, essa dependência está relacionada com o aumento dos níveis de estresse e ansiedade e a perda da capacidade de memória e concentração. Para ter uma relação mais libertadora, consciente e inteligente com nossos dispositivos eletrônicos, precisamos nos esforçar um pouco, determinando alguns propósitos e colocando os meios necessários para cumpri-los. Não se trata de cortar de vez – uma abstinência completa e repentina poderia ser até contraproducente, como ocorre com dietas alimentícias. Se você quer investir em um detox digital, confira estas cinco dicas:

01 – Compre um despertador

É isso mesmo. Comprar um despertador, daqueles bem “de vó”, é o primeiro passo para limitar o uso do smartphone em seu quarto. Dessa maneira, poderemos abandonar o telefone muito tempo antes de irmos dormir, em vez de fazer dele o último – e o primeiro – objeto em que tocamos no dia.

02 – Programe fins de semana desconectados

Durante os dias da semana, desconectar-se pode ser complicado por razões de trabalho. Mas no fim de semana é possível dar um tempo no tablet e no celular. Você pode até mesmo desinstalar na noite de sexta aplicativos de redes sociais e instalá-los novamente só na manhã de segunda.

03 – Volte a usar máquinas fotográficas

Um dos motivos pelos quais não desgrudamos do celular é a câmera. Resgate a câmera que você tinha há cinco ou dez anos e coloque-a novamente em uso!

04 – Ponha esportes, caminhadas e livros em sua rotina

Se o corpo e a mente estão ocupados com coisas simples e gostosas como essas, a tentação de conferir o celular é bem menor. Uma boa conversa com a família ou com os amigos também costuma ser bem mais atrativa que as notificações das redes sociais.

05 – Nada de smartphones na mesa!

Na hora de almoçar ou jantar, mantenha o telefone no seu bolso ou em outro lugar, mas não sobre a mesa. Isso vale para quando você esteja com outras pessoas – e assim dê mais atenção àqueles que convivem com você – e também para quando está sozinho – e consiga aproveitar melhor a pausa para a refeição e relaxar a cabeça e o corpo.

Leia também

Descubra o que o celular tem feito com o seu sono

Papa: a felicidade é Cristo, não um aplicativo no celular

Configurar-se a Cristo não é como configurar um celular


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *