Shalom

A vida é uma missão

Atraídos e enviados por Deus, todo homem é missionário. Essa é uma das mensagens da exortação apostólica Evangelli Gaudium, do Papa Francisco,

Atraídos e enviados por Deus, todo homem é missionário. Essa é uma das mensagens da exortação apostólica Evangelli Gaudium, do Papa Francisco, que serviu de apoio na pregação do assistente missionário interino da Comunidade Shalom, padre Ângelo Júnior Alves. Ele animou os membros da Comunidade a partir em missão, celebrando o mês missionário, em assembleia comunitária na última segunda-feira, 1º de outubro no Shalom da Paz. 

“O amor que atrai também transborda”, citou o padre. “Eu sou uma missão nesta terra e para isso estou neste mundo, segundo o Papa Francisco na Evangelii Gaudium. Não escolhi a família onde nasci e, por isso, tenho uma missão ali. Deus nos escolheu para sermos resposta de paz. Qual a terra que está nos esperando? O que Deus quer de nós?” Assim, padre Ângelo animou os mais de 3 mil membros da Comunidade a partir em missão.

Com o “chamado a partir sempre”, ele apresentou os números da Assistência Missionária, que coordena o envio do membros da Comunidade de Vida e Aliança para o Brasil e o mundo. São 13 regionais que cobrem as 89 missões do Shalom, sendo 52 no Brasil. Em breve, esse número sobre para 90, com a fundação da missão de Lubango, na África. E outras 16 obras difusão do Carisma Shalom estão em fase de transição para receber uma missão Shalom.

O coordenador do Setor de Difusão da Obra Shalom, Aurinilton Leão, lembrou que todo esse cenário é o cumprimento da promessa de Deus. Esta foi feita em 1983, durante uma oração comunitária, quando foi proclamada uma palavra em Isaías, que diz “Dilata o espaço da tua tenda. Não economizes nada. Alonga tuas estacas”. Para ele, Deus quer implantar e consolidar o Carisma onde ainda não há a presença do Shalom. Hoje, além das 90 missões e 16 obras em transição, há outras 60 dioceses no Brasil está sendo iniciado o processo de implantação do Carisma, além de 12 dioceses fora do País.

Para os membros da Comunidade de Aliança, partir em missão é um processo que começa com oração e diálogo com os formadores. O Assistente Internacional da Comunidade Shalom, padre Cristiano Pinheiro, destaca três lugares que podem receber membros da Aliança em missão: Canadá, Austrália e Ásia. “É preciso vivermos a espiritualidade do êxodo, a aventura da missão, pois há um constante apelo para partir. Sejamos generosos para formar um povo em movimento em novas terras. Famílias em missão são uma estratégia divina da nova evangelização”, motivou. Ele destacou o laicismo na parte francesa do Canadá, a carência de anúncio do Evangelho na Austrália e uma escuridão na Ásia. “A motivação para partir em missão não deve ser o desejo de melhorar de vida e as oportunidades profissionais, tudo isso é bom, mas deve arder o anseio de ser luz e salvar o povo, de plantar a cruz num solo sem Deus, de caminhar para impactar o mundo com o Evangelho”.

 

Mais informações: promocaomissionaria@comshalom.org


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *