Formação

A Vida na Intimidade Divina

comshalom

Dom Eurico dos Santos Veloso

OApóstolo Paulo, escrevendo aos fiéis de Colossos, exorta-os a viveremintensamente em constante união com Deus. Alíás em todas as suascartas, não deixa de recomendar que todos vivam a vida do espírito. “APalavra de Cristo habite em vós ricamente: com toda a sabedoria ensinaie admoestai-vos uns aos outros e, em ação de graças a Deus, entoem emvossos corações salmos, hinos e cânticos espirituais. E tudo o quefizerdes, fazei-o em nome de Jesus, por Ele dando graças a Deus, oPai.(Col 3,16-17).

Concluídoo ciclo da Páscoa, retomamos o tempo comum, o tempo da Igreja. Ocaminho para realizarmos a nossa páscoa definitiva, superando asagruras do tempo presente na vivência da fé. O tempo de levar a todos ea nós mesmos a realidade da redenção.

Temoscontra nós e em nós as forças do Mal. O mesmo Apóstolo nos adverte quenosso combate não é só contra a natureza rebelde que herdamos de Adão,mas também contra o espírito do mal. (Ef. 6,12). Para vencê-las somentena força de Deus.

Avida de batizados, reafirmamos na celebração da Vigília da Páscoa, éuma vivência nas coisas celestes: “Se ressuscitastes com Cristo,procurai as coisas do alto, onde Cristo está assentado à direita deDeus.”(Col.3,1)

Éa busca e a procura pela santidade: o amor de Deus e do próximo, quenão se consegue por si, sem a ação do Espírito Santo em nós. Ele é quemnos santifica. Derramado em nossos corações, sentimo-nos, e realmente osomos, filhos de Deus e por ele clamamos: Pai.

Nestaintimidade da união com o Pai e com seus filhos, nossos irmãos, temos apaz que Cristo nos conquistou com sua morte, como pedimos no sacrifícioeucarístico, quando rezamos: “Cordeiro de Deus, que tirais o pecado domundo, daí-nos a paz”.

SantoAfonso de Ligório nos ensina que este caminho quer de nós a aceitaçãoamorosa e generosa à Vontade de Deus: “O mais importante é fazer aVontade de Deus, e nos revela que toda perfeição ou santidade consisteno amor a Deus, entretanto, toda a perfeição do amor consiste emconformar nossa vontade a Sua vontade , porque no dizer de São Basílio,“o efeito principal do amor é: unir as vontades dos que se amam demaneira que tenham uma só vontade”.

Nãoadiantam sacrifícios e holocaustos, como reza o salmo 40, mas sim,“Eis-me aqui – no rolo do livro está escrito a meu respeito: eu vim, óDeus para fazer  tua vontade” (Heb. 10,7).

Estadocilidade à Vontade de Deus, não como docilidade de ovelha, masconsciente, como Cristo na sua Paixão, conduz-nos a uma vida de oraçãoíntima, sem palavras. Enamoramo-nos de Deus, como Francisco de Assisdiante do Crucificado: ““Meu livro é Jesus Crucificado” e disse: “ Quemnão se enamora de Deus, vendo Cristo morto na Cruz, não se abrasarájamais”.

Apaz e a alegria brotam em nossos corações e em nosso lábios afloram oshinos de louvor e ação de graças e confiantes aguardamos o dia de nossoencontro definitivo com o Pai.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *