Institucional

Agradeço a Deus pelas bênçãos em nossas vidas

comshalom

Experiência com Deus… Evangelização… Namoro cristão… Algum pedido que você fez a Deus e Ele te atendeu… Vocação… Experiência com os santos, com a Igreja… O comshalom.org quer saber qual é a sua história com Deus.

Todos os dias, publicamos um testemunho novo na home. O de hoje é de Andréia Alves.

Quer ter a sua história publicada aqui? Envie texto e foto para  redacao@comshalom.org e evangelize conosco.

Confira:

10818519_757451141008281_1928605335_nOlá! Meu nome é Andréia Alves, moro em Ituiutaba, Minas Gerais. A história que vou contar começa no ano de 2008.

Eu e Aurelio Severino já nos conhecíamos da Igreja, por causa de nosso serviço: ele já tinha sido seminarista e eu ministra de música na Paróquia de São Benedito. Resolvemos começar um namoro que, por sinal, durou pouco menos de 30 dias. Como eu não tinha nenhum conhecimento sobre namoro santo, esperava muito dele em relação à nossa sexualidade. Não obtendo nenhum resultado, resolvi terminar o namoro. Afastamo-nos, tivemos contato ao longo do tempo, mais nada que viesse mudar nossa decisão. Eu até tentei conversar sobre uma possível volta, mas não fui bem sucedida.

O tempo passou, foram seis anos de distância. Em novembro de 2013, começamos a conversar novamente e, então, surgiu no assunto uma possível volta. Falávamos sobre nós em outros tempos e, em um dia, puxei assunto sobre nós dois. Como canto na igreja, perguntei se eu iria cantar no casamento dele, no intuito de alcançar algo revelador sobre nós. Ele disse que sim, que eu iria cantar. Fiquei chateada, pois estava tentando reconquistá-lo e ele me disse isso. Foi então que veio a grande resposta. Ele disse: “Você vai cantar, sim, se você for a noiva”. Eu respondi sem mesmo pensar: “Tenha a certeza de que cantarei a mais bela melodia de amor”.

Não nos vimos por alguns dias. Fiquei ansiosa, pois ele disse que queria muito falar comigo sobre nós dois. A cada dia, ficava mais ansiosa e aguardava a chegada dele pra que essa conversa acontecesse. Em um belo dia, eu o convidei para jantar na minha casa, mas ele não veio. No dia 6 de janeiro de 2014, ele marcou comigo o nosso encontro, que seria no dia seguinte. Depois ele me disse que ficou ensaiando como seria a nossa conversa. Chegado o dia 7 de janeiro, veio o tão esperado pedido: “Quer namorar comigo?”. Eu, na euforia, pulei de alegria e dei-lhe um grandioso abraço. Começamos a namorar novamente, mas não sabíamos onde essa decisão nos levaria.

No segundo dia de namoro, eu estava cantando em uma Missa especial na minha paróquia, era o seminário das mãos ensanguentadas de Jesus, durante o qual houve palestra do Roberto Tannus. Aurelio me ligou, perguntando se eu queria ir a uma adoração em outra igreja, e eu disse que estava cantando. Então, como ele quis participar comigo, foi ao meu encontro.

Ao terminar a palestra, Roberto Tannus veio ao nosso encontro, colocou suas mãos sobre nossos ombros e disse que tínhamos uma grande missão de evangelizar as famílias e que éramos de Deus. Ficamos muito sem entender, pois o Roberto não sabia que éramos namorados. No dia seguinte, ainda na palestra, procuramos o Roberto e ele disse ainda mais: “Se não estava nos planos se preparem. Vocês irão se casar em breve”.

Eu, com coração saltitante de alegria, comecei a chorar. No outro dia, fui pedida em casamento pelo Aurelio na porta do banco de sangue onde ele aguardava para doar sangue.

Marcamos a data para 27 de novembro de 2015. Depois de três meses, colocamos aliança de compromisso e decidimos viver o namoro santo. Ainda iremos viver a história de Sara e Tobias, pois após nosso casamento queremos passar três dias em oração.

Em janeiro de 2015, completamos um ano de namoro e ficamos noivos nesse mesmo dia, em um rito sacramental. Estamos nos preparando para a consagração à Nossa Senhora e nos preparando para o nosso matrimônio que será celebrado no dia de Nossa Senhora das Graças. Agradeço a Deus pelas bênçãos derramadas em nossas vidas. Obrigada, meu Deus.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *