Institucional

Alegria na misericórdia de Deus

comshalom

Por Teresa Fernandes
O Senhor se apresenta a todos como o Bom Pastor que vai ao encontro da ovelha perdida. E essa experiência com a misericórdia de Deus se apresenta como um “amor de atração”, de acordo com Gabriella Dias, assistente apostólica da Comunidade Católica Shalom. Ela pregou na manhã deste domingo, 2, com o tema “Há mais alegria na misericórdia” no Reviver Rio 2014. O evento segue até a terça-feira, 4, no teatro da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ).

Gabriella Dias destacou que todos temos sede de Deus, mas esse desejo muitas vezes é confundido pelas concupiscências do poder, do prazer e do possuir. Só a Graça de Deus pode nos fazer vencer esta luta entre o homem velho e o novo. “Não chame de felicidade o estar bem. Felicidade é poder dar a vida pelos outros, como o Bom Pastor”, disse.

O único amor perfeito é o do Bom Pastor, que tem um rosto misericordioso, de acordo com ela. A missionária ressaltou que temos sede de um amor que nunca mais nos fará cair nos braços de pecado, longe do bom pastor. “Quando nós ouvimos falar desse amor e da vida dos santos, dizemos: eu quero. Alguém que vive um amor infinito e vive para dar esse amor e não para mendigar outros amores”, disse.
É preciso reconhecer-se como a ovelha perdida que o Senhor busca para verdadeiramente experimentar a misericórdia. Muitas pessoas perdem a esperança e vivem uma situação de pecado grave por não se entregarem totalmente ao Senhor. “Quando nós confiamos Nele, temos uma vida de repouso Nele”, completou.

A palestrante orientou os participantes do Reviver a se reconhecerem pecadores e necessitados dessa misericórdia. Ela lembrou ainda a mulher samaritana que encontrou Jesus no poço e se rendeu a Ele. “Quando nos vemos sedentos da água viva, o Senhor nos dá a graça do arrependimento”, destacou. O arrependimento é condição importante para fazer a experiência do amor de Deus. “Não podemos ter medo de nos deixar conduzir e encontrar pelo Senhor Bom Pastor”, disse.

Água viva
A misericórdia de Deus é uma experiência que o arquiteto Leoni Miranda, 34, vivencia constantemente. “Experimento a cada dia a misericórdia de Deus”, destacou.

Já a auxiliar administrativa Amanda Cristina, 25, constatou que verdadeiramente necessitamos desta água viva. “Precisamos desta água viva para saciar a nossa sede”, disse. De acordo com ela, é preciso se reconhecer como a ovelha que precisa da misericórdia de Deus.

Louvor e festa
Alegria, festa e louvor também marcaram o início do Reviver. Depois de muita música e dança, houve um momento de oração. A adoração ao Santíssimo Sacramento foi o ponto alto.

Padre Ramon Nascimento pediu que todos “colocassem a confiança somente no Senhor”. O sacerdote disse ainda que entregássemos ao Senhor nossa vida, nossas expectativas, nossa esperança. “O Senhor vai te fazer reviver hoje”, destacou. “Tudo o que há mim louva o Senhor”, conduziu Roneide Santos, responsável local da missão do Rio de Janeiro. O louvor, a esperança e o abandono nas mãos de Deus foram as motivações para os presentes.

 

IMG_7761


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *