Sem Categoria

Ana Gabriela traz o estilo pop/eletrônico para o Festival Halleluya.

 

Ana Gabriela_Tiago2

Passos de hip hop e o som contagiante da música eletrônica católica marcaram o show da cantora Ana Gabriela no palco principal do Festival Halleluya, com a participação especial do cantor Rafael Morel, vocalista da banda Missionário Shalom, nesta sexta- feira, 22. Lançando o seu novo single “Quero Viver”, a cantora grávida de 8 meses, não deixou ninguém parado no terceiro dia do evento.

Falando sobre a nova música, que se encontra disponível nas plataformas digitais, Ana Gabriela conta que o single fará parte do seu próximo CD. “Faz tempo que queremos fazer um trabalho novo, novas músicas e clipes, por providência de Deus, lançamos essa novidade no Halleluya”, ressalta. Comenta que um vídeo dos bastidores da produção será postado nas redes sociais da artista nos próximos dias.

O estilo pop/eletrônico de Ana Gabriela atrai principalmente o público jovem. Desde as danças até o figurino dos dançarinos, percebe-se um movimento considerado novo para a música católica. Mariana Barcelos, 23, participante do corpo de baile da cantora há três anos, explica que o processo de criação das coreografias teve como referência a dança Stiletto, dança que as bailarinas utilizam sapatos de salto. “Com o auxílio do Espírito Santo utilizamos os passos focados para a evangelização”, destaca.

Ana Gabriela_Tiago_comshalomAna Gabriela, ao ser perguntada sobre a inspiração do seu trabalho, comenta que as músicas estão diretamente relacionadas à sua história de vida. “Eu ainda criança comecei a escutar Celine Dion, Mariah Carey, então, o pop para mim chegou ainda quando eu era do projeto criança da Comunidade Católica Shalom, amo esse estilo desde criançinha. Quando foi na época do primeiro CD, surgiu a oportunidade de fazer algo que fosse a minha cara, Deus não traz algo que é totalmente alheio a você, Ele constrói algo que faz parte da sua identidade”.

Sobre a recepção do público, a cantora destaca que se surpreendeu muito com o resultado. “Recebi muitos testemunhos de jovens que estavam fora da igreja e que gostam desse estilo musical. Por que então que eles não podiam ter músicas do mesmo estilo com uma mensagem diferente? Eu me realizei e me realizo fazendo o que eu gosto e que Deus vai aprimorando, ciente de que tem um povo que espera por isso”.

O Festival Halleluya ainda possui um espaço para os amantes da música alternativa, a Tenda Eletrônica. Localizada na Praça Quero Mais, contando com a participação de Dj’s, o espaço promove sessões de música e dança todos os dias do Festival, que segue até domingo, 24.

Tainã Maciel


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *