Mundo

Câmara dos Deputados discute conceito de família

comshalom

familia

Audiência pública analisa questões do Estatuto da Família, que busca manter a formação familiar entre homem e mulher

Dom Orani Tempesta, arcebispo da arquidiocese do Rio de Janeiro, e Carlos Ayres Britto, ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), estarão presentes em audiência pública nesta quarta-feira (7), na Câmara dos Deputados, para a debater o Estatuto da Família.

De autoria do deputado Anderson Ferreira (PR/PE), o projeto de lei nº 6583/13 apresenta diretrizes públicas sobre a entidade familiar. A proposta busca manter o conceito de família com o núcleo formado entre um homem e uma mulher, por meio de casamento e união estável.

O Estatuto também prevê a formação familiar a partir da comunidade estabelecida entre os pais e descentes como, por exemplo, viúvo(a) e filhos, divorciado(a) e filhos, pai/mãe solteiro(a) e dependentes. A proposta ainda cria o Conselho da Família, nas esferas federal, estadual e municipal, além do Distrito Federal.

Segundo Anderson Ferreira, o Estatuto veio propor estratégias e ações para o assunto. “O fato é que não há políticas públicas efetivas voltadas para a valorização da família e ao enfrentamento de questões complexas no mundo contemporâneo”.

Na última terça-feira (6), o deputado relator do projeto, Ronaldo Fonseca (Pros/DF), protagonizou um vídeo chat, organizado pela Agência Câmara, sobre o conceito de família. Ele prometeu um amplo debate sobre o tema, mas advertiu sobre divergências constitucionais. “O estatuto não pode divergir da lei maior que é a Constituição. O artigo 226 diz exatamente isso. Se nós queremos outro modelo, temos que mudar a Constituição”.

No que depender da sociedade brasileira, o conceito de família, formado por um homem e uma mulher, permanece. Mais de 842 mil pessoas já manifestaram opinião sobre o assunto em enquete no site da Câmara dos Deputados; destas 60,75% votaram a favor do conceito tradicional.

A audiência pública sobre o Estatuto da Família acontece às 14h, no Anexo II, Plenário 13 da Câmara dos Deputados. Também estarão presentes representantes de entidades evangélicas.

Fonte: ZENIT/ Com informações da Agência Câmara 


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *